Anvisa autoriza produção de testes rápidos da Bahiafarma para Febre Amarela 

Jairo Costa Júnior, com Luan Santos

Publicado em 26 de setembro de 2017 às 06:00

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: .

A Bahiafarma foi autorizada a produzir e vender os testes rápidos para detecção de febre amarela desenvolvidos na unidade. Ontem, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou no Diário Oficial da União o registro que libera o método, cujos detalhes serão divulgados hoje à imprensa pela Secretaria Estadual de Saúde. Com o aval da Anvisa, a Bahiafarma se tornou o primeiro laboratório público a fabricar esse tipo de diagnóstico no Brasil e um dos poucos do mundo  com testes rápidos para os principais vírus transmitidos por mosquitos - antes da febre amarela, o portfólio da fábrica inclui dispositivos para dengue, zika e chikungunya.                   

Tipo único O novo teste da Bahiafarma, o YFV IgG/IgM, é o pioneiro em detectar infecções recentes ou anteriores de febre amarela. O resultado sai em até 20 minutos, o que permite tratar o paciente com maior rapidez e exatidão. “É importante também para estratégias públicas de combate ao avanço da doença, por mapear em tempo real casos nas diversas regiões do país”, disse o diretor-presidente do laboratório, Ronaldo Dias.

Pulo de cerca O presidente estadual do Pros, Fabrício Figueiredo, confirmou negociações avançadas para atrair os deputados estaduais Alan Castro, Nelson Leal e Reinaldo Braga. Interessados em deixar o PSL, o trio tende a seguir os passos do colega Manassés,  praticamente fechado com o Pros. O partido mira ainda Jurandy Oliveira, que deixou o PSL para retornar ao PRP. Caso o êxodo se confirme, a bancada do PSL ficará reduzida a dois parlamentares - Marcelo Nilo e Paulo Câmera. Bem diferente de 2016, quando se tornou uma das mais fortes na Assembleia Legislativa.

Fora da rota À frente do PMDB baiano, o deputado estadual Pedro Tavares desembarca hoje em Brasília, mas sua agenda política passa longe de eventuais arranjos para abrigar o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy (PSDB). “Vou uma vez por mês apresentar demandas de prefeitos e sempre visito Imbassahy, responsável pela articulação do Planalto. O PMDB está fora da pauta com ele“, garante. Tavares adianta que só tratará de  política no encontro com o presidente nacional da legenda, senador Romero Jucá (RR). Ainda assim, sobre a convenção peemedebista marcada para 4 de outubro.

Parado na pista A aliança com o prefeito ACM Neto (DEM) colocou uma barreira entre o deputado federal Bebeto Galvão (PSB) e o Solidariedade (SD). Interlocutores do parlamentar e da legenda na Bahia afirmaram, para entrar no SD, o socialista exige migração da sigla para a base do governador Rui Costa (PT). A possibilidade é completamente descartada por caciques do partido ligado à Força Sindical.

Viés de baixa Chamou atenção a lista de bens apresentada ao Palácio de Ondina pela ex-prefeita de Barreiras Jusmari Oliveira (PSD), nova secretária estadual de Desenvolvimento Urbano. Seu patrimônio declarado soma hoje R$ 1,2 milhão. É quase metade do que ela disse possuir em 2014, quando concorreu à Câmara dos Deputados: R$ 2,3 milhões."Completa um ano de ruína o grande legado de Rui Costa para o turismo", José Carlos Aleluia, deputado federal do DEM, sobre o Centro de Convenções da BahiaPílulas Braço largo - Depois de Feira de Santana e Vitória da Conquista, a Uber vai  expandir sua atuação no interior baiano. Agora, cadastra motoristas em Ilhéus e Itabuna.  Para piorar -  No dia que perdeu para Fortaleza o hub da Gol-Air France, Salvador viu o aeroporto de Recife  ganhar um voo direto da Condor para Munique, na Alemanha.