Capoeiristas baianos vão representar Brasil em festival na China

Eles vão participar de um evento internacional sobre artes marciais em Fuquan, no país asiático

Publicado em 10 de setembro de 2017 às 15:55

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Divulgação

Seis capoeiristas do Projeto Mandinga, de Salvador, vão representar o Brasil no Wushu Festival International, que será realizado de 14 a 19 de setembro, em Fuquan, na China.

O festival tem como objetivo a divulgação da cultura das artes marciais e também estarão presentes representantes do thai boxing, jiu-jitsu brasileiro, taekwondo, além de organizações típicas da China como wudang quan, shaolin, emei e kongdong. Haverá apresentações individuais, de armas e de grupos. 

Os baianos do Projeto Mandinga que vão difundir a capoeira na Ásia são mestre Sabiá, professor Eduardo Tucano, Marquinhos Anum, mestre Marcelo Cristal, Cesinha Barril e professor Dadá Jaques, que lá se juntarão a outros 11 capoeiristas brasileiros.