Italiana Francesca Schiavone quebra jejum e leva troféu do Rio Open

No masculino, Pablo Cuevas venceu o argentino Guido Pella em jogo marcado pela chuva e ficou com o título

Publicado em 22 de fevereiro de 2016 às 09:42

- Atualizado há 10 meses

A final feminina do Rio Open levou para quadra uma jogadora experiente e acostumada a conquistas. A italiana Francesca Schiavone, 35 anos, chegou à decisão no saibro do Jockey Club Brasileiro credenciada pelo título de Roland Garros, em 2010. Depois de três anos de jejum, ela venceu a americana Shelby Rogers, 12 anos mais jovem, por 2 sets a 1, parciais de 2/6, 6/2 e 6/2.Francesca Schiavone comemora muito ao levantar troféu do Rio Open (Foto: AFP)Os dois primeiros sets foram de extremos. No primeiro, Schiavone se viu dominada pela jovem americana. Sem dar chances de quebra, Shelby Rogers anotou dois breaks sobre Schiavone para fechar em 6/2. A italiana voltou mais agressiva e consistente para o segundo set. Depois de sofrer uma quebra no início, deu a volta por cima e devolveu o 6/2. No terceiro set Schiavone deu um show em quadra: 5/2. Masculino Entre os homens, a partida foi interrompida no primeiro set. O argentino Guido Pella e o uruguaio Pablo Cuevas empatavam em 3x3 quando a chuva obrigou a parada do jogo. O duelo voltou 3h30 depois e na madrugada desta segunda-feira (22) Pablo Cuevas confirmou o título com o triunfo por 2 sets a 1. O uruguaio recebeu o troféu das mãos do ex-número 1 do mundo, Gustavo Kuerten.