Manchester City atropela Arsenal e vê título inglês mais próximo

Time comandado por Pep Guardiola venceu rival por 4x1

  • D
  • Da Redação

Publicado em 26 de abril de 2023 às 19:26

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Manchester City/Divulgação

Considerada a final antecipada do Campeonato Inglês, a partida entre Manchester City e Arsenal, disputada nesta quarta-feira (26), não teve clima de decisão.

O time comandado por Pep Guardiola não permitiu qualquer equilíbrio no Etihad Stadium e, apoiado por sua torcida, bateu o rival de Londres por 4x1 com dois gols marcados por De Bruyne, um por Stones e outro por Haaland, que teve participação no primeiro gol do belga e ainda deu assistência para o segundo.

O Arsenal, que liderou a liga nacional pela maior parte do tempo, continua na ponta, com 75 pontos. O City, em segundo, tem 73, mas depende apenas de si para levantar a taça pois tem dois jogos atrasados para repor, contra West Ham e Brighton. Fora isso, restam cinco jogos para o fim do campeonato.

A boa movimentação e a inteligência de Haaland e De Bruyne ditaram o ritmo de um primeiro tempo dominado pelo Manchester City. Um ótimo domínio efetuado pelo fenômeno norueguês no meio de campo, segurando o marcador às costas, foi a origem do primeiro gol da equipe da casa. Na sequência do lance, ele soltou a bola para De Bruyne, que passou em velocidade e avançou, perseguido por dois jogadores do Arsenal, até limpar Gabriel Magalhães para bater de dentro da meia-lua, superando Ramsdale.

O goleiro do time londrino, aliás, precisou trabalhar bastante para não ser vencido outras vezes. Teve sucesso em duelos individuais com o temido Haaland e manteve a esperança do Arsenal, mesmo com o time não apresentando muitos sinais de que teria capacidade de equilibrar a partida. Aos 46 minutos, o desânimo foi instaurado para os visitantes, pois Stones colocou na rede, de cabeça, após cobrança de falta de De Bruyne, e ampliou o placar. O lance precisou de revisão do VAR e foi validado.

O Arsenal voltou do intervalo buscando encontrar mais tranquilidade. Teve a posse por algum tempo e trocou passes, porém não teve recursos para achar espaços na defesa adversária. Logo nos primeiros minutos, viu a frustração aumentar, quando, aos oito, De Bruyne aproveitou um passe errado, tabelou com Haaland e se apresentou na área para marcar o terceiro gol. O Arsenal chegou a diminuir com Holding, mas o número final foi dado por Haaland, que deixou sua marca no minuto final.

Outros jogos Em outro jogo do dia, o Liverpool, que briga por uma vaga para uma das as competições europeias da próxima temporada, conseguiu uma importante vitória. Após sair atrás em duelo com o West Ham, ao sofrer um gol marcado pelo brasileiro Lucas Paquetá, alcançou a virada por 2x1 com gols de Gakpo e Matip.

Agora, ocupa a sexta colocação, com 53 pontos, um a menos que o quinto colocado Aston Villa, posição que da vaga à Liga Europa, e seis a menos que o quarto Manchester United, último time dentro da zona de classificação à Liga dos Campeões.

Já o cambaleante Chelsea deixou sua reta final de temporada ainda mais melancólica ao perder por 2x0 para o Brendford, em Stamford Bridge, com gols marcados por Aziplicueta e Bryan Mbeumo.

Também nesta quarta-feira (26), o brasileiro Danilo marcou seu primeiro gol pelo Nottingham Forest e ajudou na vitória por 3x1 sobre o Brighton, resultado que ajuda seu time, 17º colocado, com 30 pontos, a ganhar fôlego na briga contra o rebaixamento. O primeiro dentro da zona de descenso é o Leicester City, com 29, em 18º.