Nadal não dá chances a Anderson e vence o US Open

Espanhol faz 3 sets a 0 no sul-africano em jogo que não teve o saque ameaçado nenhuma vez; é o terceiro título em Nova York do Touro Miúra

Publicado em 10 de setembro de 2017 às 20:17

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Jewel Samad/AFP

Kevin Anderson é sul-africano, mas nem por isso a zebra passeou nas quadras de Nova York, neste domingo (10). Preciso e implacável, Rafael Nadal não deu chances ao rival e conquistou o terceiro US Open de sua carreira com uma vitória por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/3 e 6/4. Antes, o espanhol, número 1 do mundo,  já havia triunfado no piso duro americano em 2010 e 2013. Com o título desse ano, o Touro Miúra chegou a 16 conquistas de Grand Slams, ficando atrás apenas de Roger Federer, que possui 19.  Apesar do forte saque, Anderson, 32º no ranking da ATP, não tem facilidade no serviço em nenhum game do 1º set. Apenas no primeiro game, ele não ofereceu chance de break point a Nadal. No seu 4º saque, veio a primeira quebra e o espanhol abriu 4/3. Após fazer 5/3, o líder do ranking quebrou novamente o saque do sul-africano e fechou o set. Anderson voltou melhor na segunda parcial e passou a conseguir não sofrer no próprio saque. Do outro lado, Nadal era implacável nos games que servia. No 6º game, o espanhol não desperdiçou a chance de quebra e abriu 4/2, confirmando seus serviços e fechando em 6/3 de novo. No 3º set, Anderson perdeu o saque logo de cara após estar vencendo por 40/15, facilitando o trabalho de Nadal. Apenas no último game, o Touro Miúra teve mais trabalho, mas, no segundo match point que teve, conseguiu confirmar a vitória com o voleio, após um bom saque. É o quinto título de Nadal em 2017 (o segundo Grand Slam, já que havia vencido Roland Garros) e o primeiro em quadra dura desde 2014. O caminho até a conquista não deixa de ter sido fácil para o espanhol, que não enfrentou nenhum tenista do Top 20 da ATP durante a campanha. Campeã de novo  Também neste domingo, a suíça Martina Hingis, de 37 anos, conquistou seu segundo título na edição 2017 de US Open, desta vez nas duplas femininas. No sábado, ela, ao lado do britânico Jamie Murray, havia levantado a taça das duplas mistas. Ao lado da taiwanesa Yung Yan Chan, ela venceu as checas Lucie Hradecká e Katerina Siniakova por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2.