Rogério Ceni é o segundo técnico do Brasileirão 2023 demitido

São Paulo anunciou demissão do treinador nesta quarta-feira (19)

  • D
  • Da Redação

Publicado em 19 de abril de 2023 às 15:27

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Um dia após a sofrida vitória do São Paulo sobre o modesto Puerto Cabello, na noite de terça-feira (18), a direção do clube anunciou a demissão do técnico Rogério Ceni. Em comunicado, o São Paulo afirmou que as portas estarão "sempre abertas para o ídolo". Com a decisão, Ceni encerra sem títulos mais uma passagem - sua segunda - no comando do time pelo qual brilhou como goleiro.

"O São Paulo Futebol Clube anuncia a saída de Rogério Ceni da função de treinador nesta quarta. Também deixam suas funções os auxiliares técnicos Charles Hembert, Leandro Macagnan, Nelson Simões e o preparador Danilo Augusto", anunciou a direção do clube paulista.

"O clube agradece aos profissionais pela dedicação de todos durante o período de quase 18 meses de trabalho nesta passagem que trouxe dois vice-campeonatos como resultados esportivos mais relevantes. O São Paulo Futebol Clube destaca que está sempre de portas abertas para o ídolo Rogério Ceni, embora os caminhos profissionais sigam direções diferentes no momento".

A situação de Ceni no comando da equipe são-paulina vinha se deteriorando nas últimas semanas, principalmente em razão das fracas apresentações do time no Paulistão, na Copa Sul-Americana e na rodada de abertura do Brasileirão.

Na terça, o time venceu o modesto Puerto Cabello com certa dificuldade, por 2x0, com gols marcados somente aos 40 e aos 42 minutos do segundo tempo, o que irritou parte da torcida. Ao fim da partida, Ceni foi questionado na entrevista coletiva sobre o risco de demissão

"Eu não sei (se fico), essa é uma pergunta que não pode ser feita para mim", respondeu. "Os últimos dias são iguais aos primeiros dias, eu trabalho do mesmo jeito. Mas eu repito: essa é uma pergunta que eu não posso responder, até gostaria", declarou o treinador. A decisão acabou sendo tomada na tarde desta quarta-feira.

Ídolo da torcida como jogador, com dois títulos de Copa Libertadores e um Mundial de Clubes, entre outras conquistas, Rogério Ceni segue sem conseguir brilhar no clube na função de treinador. Em duas passagens, entre 2016 e 2017 e agora, a partir de 2021, ele não conseguiu levantar troféus no time onde construiu toda a sua carreira de atleta.

Nesta passagem mais recente, iniciada em outubro de 2021, Ceni acumulou decepções. A primeira foi a final do Paulistão de 2022, quando venceu o Palmeiras por 3x1. Mas não sustentou a vantagem e levou 4x0 na volta. A torcida também lamentou a perda do título da Copa Sul-Americana, diante do Independiente del Valle, também no ano passado.

A sequência de decepções culminou com a busca frustrada pela vaga na Copa Libertadores durante o Brasileirão de 2022. Na atual temporada, o São Paulo foi eliminado pelo Água Santa nas quartas de final do Paulistão - o rival acabou ficando com o vice-campeonato.

Ceni encerrou esta passagem como treinador do São Paulo com 49 vitórias, 28 empates e 29 derrotas em 106 jogos. Com a demissão, o time será treinador nesta quarta pelo auxiliar técnico Milton Cruz.