Bahia perde do Botafogo no Rio de Janeiro, mas continua no G4

O único gol da partida aconteceu aos 5 do segundo tempo, em bela trama do time alvinegro

Publicado em 31 de outubro de 2015 às 18:05

- Atualizado há um ano

O Bahia perdeu para o Botafogo por 1 a 0 neste sábado (31) no Engenhão. O resultado ainda deixa o tricolor na 4ª colocação, mas a apenas dois pontos do quinto colocado, o Santa Cruz, justamente o adversário da semana que vem. O tricolor joga na Arena Fonte Nova contra o time pernambucano precisando do triunfo para não deixar a zona de acesso.

O único gol da partida aconteceu aos 5 do segundo tempo, em bela trama do time alvinegro. Camacho tocou para Neilton, que achou Ronaldo na área. O companheiro deu apenas um toquinho de calcanhar para Neilton chegar livre e mandar para o gol de Douglas Pires. Tricolor não conseguiu segurar o Bahia (Foto: Vitor Silva/SS Press)O Botafogo começou a partida pressionando. Com apenas 10 minutos, Neilton recebeu na área, tirou de Railan com um chapéu, mas na hora de chutar não conseguiu pegar em cheio. A bola tocou em Sassá e depois ficou para Camacho, que tentou de carrinho, mas Douglas Pires defendeu.

O tricolor respondeu aos 20 minutos. Depois de escanteio, Gabriel Valongo subiu mais que todo mundo e cabeceou forte. Jefferson se esticou para fazer bela defesa e mandar para escanteio. Logo depois veio nova chance do Botafogo, com Daniel Carvalho tocando para Sassá, que tentou acertar o gol com um toquinho. Douglas Pires conseguiu tocar a bola, que bateu na trave e saiu.

Com 34 minutos, Kieza recebeu a bola na área e chutou para defesa de Jefferson, com o pé. A sobra ficaria para Roger concluir, mas Renan Fonseca conseguiu travar o chute.

Segundo tempoO Bahia voltou com João Paulo Penha no lugar de Roger. Logo aos 5 minutos, o Botafogo abriu o placar com Neilton, para festa do Engenhão. Com 12 minutos, Souza recebeu de Paulinho Dias e tentou o chute, mas Carleto travou na hora certa. O técnico Charles colocou Rômulo no lugar de Tiago Real para tentar aumentar a pressão tricolor e correr pelo empate.

Embora tivesse certa posse de bola, o Bahia seguia sem criar chances reais de gol. Aos 32, Maxi entrou no lugar de Railan para colocar o time ainda mais ofensivo. O time pressionava, mas não conseguia chegar ao gol. 

A partida acabou com triunfo do líder da Série B e ao Bahia resta focar no jogo da próxima rodada.