Em busca de acesso e título, Mancini quer Vitória ligado contra o Paraná

Vice-líder da Série B, leão encara os paranaenses na Fonte Nova e pode dormir na liderança da Segundona

Publicado em 16 de outubro de 2015 às 10:26

- Atualizado há 10 meses

No Dia do Professor teve aula teórica, muita conversa e, claro, hora do recreio. No palco do jogo desta sexta-feira (16), às 21h30, contra o Paraná, na Fonte Nova, o elenco do Vitória teve uma tarde de ensinamentos e descontração com o “professor” Vagner Mancini ontem.Antes do tradicional rachão, o recreio das vésperas de jogos, o treinador rubro-negro fez questão de chamar junto todo o elenco. O teor do papo ficou entre eles, mas pela entrevista de Mancini dá para imaginar do que se tratava. Artilheiro do Leão no Brasileirão, Escudero pode fazer a diferença contra o Paraná (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)“Acho que uma vitória vai nos deixar a dez pontos de alguém. E dez pontos é uma bela diferença”, entende. Para isso, o único medo do técnico no atual momento não é a bola no pé e, sim, a mente dos atletas. “O medo hoje que eu tenho não é relacionado ao desempenho da equipe. Acho que a desconcentração, perder o foco por a, b ou c motivos é o que pode levar o Vitória a uma oscilação”, revela.Assim, a cobrança é necessária. Mancini não gostou nada do gol tomado contra o Boa, no triunfo por 2x1, sábado, em um chute de fora da área sem marcação. “A minha maior batalha ao longo da semana é ter essa chama acesa: o time tem que estar muito concentrado porque vai ser cobrado, vai ser exigido e do outro lado tem outro time que vai querer ganhar da gente”, avisa.Pressão Um triunfo hoje à noite levará o Leão ao topo da Série B ao menos até amanhã, quando o Botafogo recebe o Bragantino. Seria uma vantagem de dois pontos (58 a 56), mas com duas partidas a mais em relação aos cariocas. Ainda assim, Mancini vê a pontuação superior como forma de pressionar o alvinegro. “É importante mostrar para eles que tem alguém na cola e colocar pressão neles. Pode acontecer também do Botafogo dar uma oscilada em termo de pontos”, analisa. Ou seja, se o Botafogo der mole, o Leão precisa dar o bote para ficar com o título. E, para isso, é fundamental estar concentrado e fazer sua parte diante do Paraná.