Parceria entre Vitória e Atlético-MG pode levar Rafael Moura para a Toca do Leão

Time mineiro é a esperança rubro-negra para dividir o salário do jogador, considerado acima dos padrões do Vitória

Publicado em 22 de fevereiro de 2016 às 12:18

- Atualizado há 10 meses

O que parecia concorrente virou aliado. A diretoria do Vitória confirmou conversa com dirigentes do Atlético Mineiro sobre a negociação do atacante Rafael Moura. Segundo o presidente do clube, Raimundo Viana, o Galo está próximo de acertar a transferência do jogador, mas apontou que poderia emprestá-lo para o Leão. O time mineiro é a esperança rubro-negra para dividir o salário do jogador, considerado acima dos padrões do Vitória. Rafael Moura chegou a fazer exames no Atlético-MG, mas a negociação emperrou porque o Inter - clube com o qual o jogador ainda tem contrato - pede uma compensação financeira para liberar o atleta. Em contato com o CORREIO, o empresário de Rafael Moura, Francis Melo, afirmou que o jogador está buscando a quebra de contrato com o clube Gaúcho e só depois que conseguir se desvincular do colorado vai iniciar negociações com outras equipes. O Botafogo também já demonstrou interesse em contar com o He-Man. Atacante tenta se desvincular do Internacional para acertar com outra equipe (Foto: Divulgação/Internacional)"Ele (Rafael Moura) continua com contrato com o Inter, não foi definida a decisão dele, e só depois disso que vamos poder ter alguma visão mais clara. Primeiro a gente quer resolver a situação no Inter para depois abrir negociações", explicou o empresário do jogador. Já o vice-presidente do Leão, Manoel Matos, aguarda o desfecho da novela, mas admite que está atento ao mercado brasileiro e sul-americano. Ele lembra das dificuldades para encontrar um jogador com as características desejadas. Em coletiva, Vagner Mancini revelou que o Leão tem quatro nomes em pauta. "Nós temos tentado. Nós não temos só um nome. Temos quatro nomes que estamos tentando. São negociações que demoram. Ninguém está parado. Então, eu peço um pouco de paciência. Eu, o Anderson Barros, o presidente, o Manoel (Matos), nós temos nos reunidos para falar disso. Há uma necessidade", disse Mancini. Enquanto o tão esperado camisa nove não chega, Mancini aponta para a entrada de Robert no ataque rubro-negro. O atacante está em fase final de recuperação de uma lesão que sofreu na temporada passada e já começou a treinar com o elenco.*Com informações da coluna Bate-Pronto