Daniella Cicarelli e ex podem receber R$ 93 milhões da Google por vídeo de sexo

Tribunal determinou que vídeo com cenas íntimas fosse retirado do ar, mas exigência não foi cumprida

Publicado em 11 de outubro de 2015 às 19:44

- Atualizado há 10 meses

As cenas quentes de sexo protagonizadas pela modelo Daniella Cicarelli e seu então namorado, Tato Malzoni, em uma praia da Espanha, em 2006, ficaram bastante famosas e um vídeo mostrando o momento íntimo do casal viralizou na internet.O fato chegou a criar um novo "apelido" e muitas pessoas passaram a chamar de "Cicarelli" o ato de fazer sexo na praia. Daniella Cicarelli e Tato Malzoni podem receber R$ 93 milhões da Google por vídeo de sexo(Foto: Reprodução/Instagram)Se a história rendeu bastante há quase 10 anos atrás, agora pode render ainda mais. Segundo informações do colunista Lauro Jardim, do jornal 'O Globo', a Google pode ter que pagar uma indenização de R$ 93 milhões ao ex-casal.O Superior Tribunal de Justiça (STJ) vai discutir, nesta terça-feira (13), a indenização milionária que deverá ser paga pelo Google, dona do site YouTube, por não ter excluído e retirado do ar o vídeo com as cenas íntimas.

Leia também:Daniella Cicarelli quebrou computador de Ronaldo após flagrar bate-papo com outraSegundo o colunista, em 2012, o Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que o vídeo fosse removido, sob pena do pagamento diário de R$ 250 mil. De acordo com Daniella e Tato, a ordem teria sido desobedecida.O recurso em discussão no STJ diz que o valor atualizado da indenização chega a R$ 93 milhões. Na terça, o STJ vai decidir se realmente essa será o valor a ser pago pela Google.