'JUNTOS'

Zélia Duncan sobre casamento com ex de Jô: 'Passávamos o Natal eu, ele e ela'

Cantora tinha relação próxima com o apresentador morto em 2022

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 1 de abril de 2024 às 18:41

Zélia, Flávia e Jô Crédito: Reprodução

Casada com Flavia Pedras, ex-mulher de Jô Soares, Zélia Duncan revelou em entrevista que a relação entre os três era de amizade e companheirismo.

"Ela tinha o hábito de todo o domingo estar com Jô para ver um filme, e eles se cuidavam. E quando você chega, é engraçado, porque você está junto o tempo todo e, de repente, ela fica com ele 48 horas vendo um filme. No começo, foi difícil para mim. Mas isso se transformou de um jeito. Aí veio a pandemia. Ele só via a gente, praticamente. A gente conviveu muito, ainda bem. Passamos Natal, eu. ele e ela, uns três Natais juntos", disse Zélia em entrevista ao videocast "Desculpa Alguma Coisa".

Nas conversas com Jô, Zélia adorava ouvir histórias sobre teatro.

"A gente ria muito juntos, víamos filmes, e tive todo esse privilégio. Fiquei até o fim mesmo. E, no final, estávamos lá, eu, ela o Dráuzio (Varella) e Carlos Jardim, que é outro médico. A nossa convivência foi incrível. Ele me chamava de Zezé".

Jô e Flávia foram casados entere 1987 e 1998. O apresentador, inclusive, deixou em testamento 80% da herança para Flavia.

"Eu tinha uma estranheza. Tenho uma história de luta para ser quem eu sou, para ser visível, e quando ela ia para lá (para a casa dele), eu me sentia invisível. Mas, isso foi curado totalmente, a ponto de eu dizer: 'vai para lá fica com ele. Ou vamos. Ele sentiu muito nessa pandemia, parou de ver todo mundo, tinha saído do ar".

Ela conta as duas se conheceram através de um amigo em comum, num jantar, bem antes de ficarem e anos após Flavia se separar de Jô Soares.

"Achei ela super legal. Ela estava acompanhada, eu também estava acompanhada, e foi uma noite que a gente se conectou. Flavia é boa de rir. Naquele dia, falei que ia correr a maratona de Tóquio, que era o meu presente de 50 anos, com o Drauzio Varella. Passado um tempo, ela estava no hospital fazendo um exame com o Jô, e encontrou ma médica que disse para ela: 'porque você não vai'. Ela foi para Tóquio, se enxertou na viagem. A gente se conheceu melhor. Quando voltou, ainda demorou, até que quando a gente conseguiu resolver nossas vidas, a gente ficou junto".