Rei Momo recebe as chaves da cidade e Carnaval começa oficialmente em Salvador

"Venha desarmado, com paz no coração para curtir essa festa linda, que só o povo baiano sabe fazer", convoca Duzinho

Publicado em 3 de fevereiro de 2016 às 19:38

- Atualizado há 10 meses

Agora é oficial! Já é Carnaval, cidade! O Rei Momo Nivaldo Nery, o Duzinho, 38 anos, recebeu as chaves de Salvador das mãos do prefeito ACM Neto na noite desta quarta-feira (3), dando início à folia na capital baiana. O governador Rui Costa também participou da cerimônia.(Foto: Clarissa Pacheco/CORREIO)O diretor de teatro foi o escolhido entre seis candidatos para comandar a Folia na cidade. "Muito ansioso para vivenciar meu reinado. O que sei é que meu irmão (o último Rei Momo) viveu no ano passado", disse Duzinho. Questionado sobre a sequência de dois irmãos escolhidos como reis do Carnaval, Duzinho defendeu as qualidades da família. "A família tem todos requisitos para o Carnaval, que é a alegria, o carisma", afirmou. Ele convocou os foliões baianos para a semana de alegria que começa agora. "Venha desarmado, com paz no coração para curtir essa festa linda, que só o povo baiano sabe fazer". 

O pôr do sol na Praça Castro Alves foi o ponto de partida do desfile de 16 grupos culturais e artistas que seguem até o Terreiro de Jesus, com parada estratégica na Praça Municipal, onde aconteceu a cerimônia que simboliza o início da festa.

O prefeito ACM Neto enalteceu o começo da festa hoje. "Oficializando a quarta-feira, que já tinha um movimento muito grande na Barra, e agora a gente cria uma grande apresentação do que serão os próximos dias da festa. Um cortejo que traz um pouco de cada coisa do Carnaval de Salvador. E faz com que a alegria chegue também aqui no Centro Histórico (...) Tenho certeza que esse vai ser o maior Carnaval de todos os tempos", afirmou o gestor, ainda antes de entregar as chaves.

AtraçõesUm bandão com 150 músicos liderados pelo maestro Fred Dantas vem na sequência do cortejo, seguido pela Ala de Baianas, Grupo João de Barros, os percussionistas do projeto Quabales e os Pierrots de Plataforma.As cantigas e sambas de roda do grupo As Ganhadeiras de Itapuã também estarão presentes no desfile de abertura. Logo depois, a percussão e dança vão marcar o desfile do Olodum, que estará representado no cortejo por 110 artistas, entre músicos e bailarinos.As próximas atrações a desfilar serão a Banda Didá, Bonecões do Pelourinho, Wilson Café e os Tambores, e os Mutantes, o Rixô Elétrico de Fred Menendez - que tocará antigos sucessos da Axé Music, e o microtrio de Ivan Huol. Compositor de várias músicas, incluindo o hit do aplicativo Farol, Tierry Coringa puxará um microtrio a partir das 20h20.Representando a folia momesca dos dias atuais, o cantor Saulo Fernandes encerra o desfile com chave de ouro. Para o desfile oficial de abertura, o cantor levará, para o Centro Histórico,  uma amostra do seu repertório de Carnaval, que embalará baianos e turistas nos próximos dias.

* Com informações da repórter Clarissa Pacheco