Bahia encara o Cruzeiro na Fonte Nova em busca de retorno ao G4 do Brasileirão

Esquadrão entra em campo neste domingo (23), às 16h

  • Foto do(a) author(a) Gabriel Rodrigues
  • Gabriel Rodrigues

Publicado em 23 de junho de 2024 às 05:00

Everaldo é o maior goleador do Bahia no Brasileirão, com três gols marcados
Artilheiro do Brasileirão, com cinco gols, Everaldo é uma das armas do Bahia Crédito: Tiago Caldas/EC Bahia

Depois de dois jogos fora de casa, o Bahia reencontrará o seu torcedor. Neste domingo, o tricolor encara o Cruzeiro, às 16h, na Fonte Nova, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. No clima do São João, o Esquadrão mira, contra a equipe mineira, a recuperação para voltar ao G4 do torneio.

A derrota para o Flamengo, na rodada passada, interrompeu a sequência invicta de 11 partidas na temporada e deixou o Esquadrão na 5º colocação da Série A. O time está empatado em pontos com o Athletico-PR, ambos com 18, mas é superado no saldo de gols.

O Bahia, aliás, tem o próprio Cruzeiro na cola. A Raposa está no 6º lugar, com 17 pontos. Por isso, o tricolor precisa vencer para não ser ultrapassado por um concorrente direto. Além da boa fase que vive no Brasileirão, outro trunfo do Esquadrão para conquistar o resultado positivo está na força de casa.

Sob o comando de Rogério Ceni, a equipe está invicta na Fonte Nova em 2024. Foram 17 jogos, com 15 vitórias e dois empates. Para o volante Caio Alexandre, o momento é de fazer valer o mando de campo para voltar a vencer.

“O grupo quer sempre ganhar. Quando você não consegue ganhar os três pontos, fica chateado, mas não podemos ficar nos lamentando pelo que já passou, temos que viver o próximo jogo, que é o Cruzeiro. Temos que ter muito foco, muita ambição para continuar pontuando. Nós já demos provas, conquistamos bons pontos em casa, é continuar fazendo isso, aproveitar a nossa casa, o nosso torcedor, para conquistar pontos no Brasileirão”, disse.

Como os jogadores que estão pendurados passaram ilesos contra o Flamengo, o Bahia terá praticamente todo elenco à disposição. O único desfalque é o lateral direito Santiago Arias, que está com a seleção colombiana na disputa da Copa América, nos Estados Unidos.

A tendência é a de que Rogério Ceni repita o mesmo time que começou o jogo no Maracanã. Recuperado de lesão, Kanu voltou à equipe e fez boa partida ao lado de Gabriel Xavier, enquanto Everaldo ganhou ainda mais moral após balançar as redes. O camisa 9 tricolor divide a artilharia do Brasileirão com o volante Willian Oliveira, do Vitória. Os dois somam cinco gols, cada.

“A gente teve dois jogos fora de casa, jogos difíceis, mas o grupo está unido, está forte, e sabemos que agora temos dois jogos seguidos em casa, contra Cruzeiro e Vasco, e temos condições de vencer e voltar ao topo da tabela”, afirmou Everaldo.

CRUZEIRO

Assim como o Bahia, o Cruzeiro também chega ao confronto vivendo uma boa fase. O time celeste não perde há três jogos e, na última rodada, bateu o Fluminense, no Mineirão.

Ativo no mercado após o ex-jogador Ronaldo ter vendido a SAF para o empresário Pedro Lourenço, o clube ainda não terá os reforços de peso, como o goleiro Cássio e os atacantes Kaio Jorge e Lautaro Díaz, mas a lista de relacionados para a partida pode ter novidades.

Recuperado de uma cirurgia no ombro, o meia Matheus Vital voltou aos treinos com o restante do elenco e foi liberado pelo departamento médico. Já os argentinos Lucas Romero e Álvaro Barreal retomaram as atividades nos últimos dias e devem ficar à disposição do técnico Fernando Seabra.