Bahia encara o líder Botafogo em busca do 1º triunfo fora no returno

Esquadrão entra em campo neste domingo (27), no Engenhão

  • Foto do(a) author(a) Gabriel Rodrigues
  • Gabriel Rodrigues

Publicado em 27 de agosto de 2023 às 05:00

Meia Cauly é um dos destaques do Bahia no Campeonato Brasileiro Crédito: Felipe Oliveira/EC Bahia

Depois de golear o Red Bull Bragantino na abertura do returno da Série A, o Bahia encara o líder Botafogo em busca de uma nova vitória para se afastar da zona de rebaixamento. O confronto será neste domingo (27), às 16h, no estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro.

Assim como fez na semana passada, o Esquadrão terá a oportunidade de continuar “se vingando” dos algozes do primeiro turno. No duelo de ida, o Botafogo venceu na Fonte Nova por 2x1. Os times, aliás, vivem fases completamente diferentes. Mas o tricolor pode ter no adversário um espelho para o futuro.

No primeiro ano da gestão do Grupo City na SAF tricolor, o time luta para não voltar à Série B e inicia a rodada na 16ª colocação, com 21 pontos. Está empatado com o Santos, primeiro time no Z4, e leva vantagem no saldo de gols (-3 a -11).

Já o alvinegro carioca é o líder do campeonato. Depois de um início de ano turbulento, em que não chegou sequer à final do estadual, o Botafogo engrenou na Série A. Soma 48 pontos e abriu 11 de vantagem para o vice-líder Palmeiras. O sucesso veio no segundo ano da SAF sob o comando do americano John Textor.

Capitão do Bahia, o zagueiro Kanu já esteve do outro lado - foi revelado pelo Botafogo - e acredita que o crescimento do time azul, vermelho e branco também acontecerá nos próximos anos.

“Fico muito feliz de ver o clube crescendo e espero que aqui no Bahia seja igual. Tudo que vem sendo feito aqui é para que o clube se estabeleça em um grande nível. Para isso, nós trabalhamos aqui diariamente e tenho certeza que da maneira que vem sendo feita, nós vamos colher bons frutos”, disse.

Kanu afirma que o Esquadrão evoluiu nos últimos jogos disputados e tem capacidade de voltar do Rio de Janeiro com o triunfo. Até aqui, o time baiano venceu apenas um jogo fora de casa, contra o Vasco, na terceira rodada.

Por outro lado, o adversário está invicto há 18 partidas e tem 100% de aproveitamento como mandante na Série A. “É um jogo muito importante para a gente. O segundo jogo do segundo turno, contra o líder, que está bastante motivado e que vai ter a casa lotada. A gente espera, com muito trabalho e muito empenho, conseguir o que ninguém fez lá”, comenta o capitão.

BASE MANTIDA

Renato Paiva deve manter a base da equipe dos dois últimos jogos para tentar surpreender o líder. O treinador ganhou a presença de Kanu após o novo contrato do zagueiro ter sido regularizado na CBF. 

A única dúvida está no comando de ataque, já que Mingotti deixou boa impressão após o gol marcado contra o Red Bull Bragantino. Ele disputa a posição com Everaldo, que é o artilheiro do time na temporada, mas não vive boa fase na competição.

O Bahia também pode ter, no banco, o retorno do atacante Biel, recuperado de lesão na coxa. Um dos principais jogadores do time no ano, ele não atua desde 31 de maio, quando se machucou na partida contra o Santos, no segundo duelo das oitavas da Copa do Brasil.

No Botafogo, o técnico Bruno Lage não conta com o volante Tchê Tchê. Autor de um dos gols no embate do primeiro turno, ele está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Os laterais Di Plácido (direito) e Marçal (esquerdo) também ficam fora, por lesão.

Artilheiro do Brasileirão, o centroavante Tiquinho Soares continua machucado e também é desfalque. Janderson deve ocupar a vaga, tendo o recém-contratado Diego Costa na disputa.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES:

Botafogo:Lucas Perri, JP Galvão (Ponte), Adryelson, Cuesta e Hugo; Marlon Freitas, Gabriel Pires e Eduardo; Victor Sá (Segovinha), Janderson (Diego Costa) e Luís Henrique. Técnico: Bruno Lage.

Bahia: Marcos Felipe, Gilberto, Kanu, Vitor Hugo e Camilo Cándido; Rezende, Thaciano e Cauly; Ademir, Mingotti e Rafael Ratão. Técnico: Renato Paiva.