FÓRMULA 1

Chefe da Mercedes abre possibilidade de repatriar Vettel: 'mercado muito dinâmico'

Alemão está aposentado desde 2022, mas avalia chance de retorno

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 5 de abril de 2024 às 18:20

Vettel
Vettel pode largar a aposentadoria para voltar a competir na fórmula 1 Crédito: Reprodução/TeamVettel

Uma possível parceria entre a equipe Mercedes e o alemão Sebastian Vettel continua ganhando força nos bastidores da Fórmula 1. Com uma vaga disponível após a saída de Lewis Hamilton, que acertou com a Ferrari, alguns nomes têm surgido como candidatos ao posto.

Em conversas com os jornalistas nesta sexta-feira, em Suzuki, no Japão, Toto Wolff, chefe da Mercedes, alimentou essa discussão ao sugerir que o tempo longe do esporte às vezes pode ser positivo no caso de uma possível volta (Vettel deixou a Fórmula 1 em 2022).

"Às vezes, fazer uma pausa ajuda a reavaliar o que é importante para reencontrar sua motivação. Mas como disse antes, ainda não tomamos a decisão e é algo que planejamos fazer nas próximas semanas", afirmou.

Firme no objetivo de definir o companheiro de George Russell na equipe para 2025, Wolff falou sobre o mercado de pilotos e a busca por um perfil ideal de profissional.

"É um mercado muito dinâmico. Alguns dos caras realmente bons estão prestes a assinar com outras equipes. Queremos continuar a ter essa discussão e manter as opções em aberto, mas nesta fase é muito cedo para comprometermos um piloto", disse.

Sebastian Vettel recentemente fez um teste de resistência com a equipe Porsche. De olho no desempenho do tetracampeão da Fórmula 1, Wolff mostrou estar atento à qualquer novidade.

"Acho que o Seb (Sebastian Vettel) está flertando com a ideia de voltar a correr. Você pode ver que ele fez um teste de carro esportivo com a Porsche e está gostando. Talvez tenha surgido a ideia de voltar."