ENCHENTES NO RIO GRANDE DO SUL

Em comunicado conjunto, Bahia e Vitória apoiam paralisação do Campeonato Brasileiro

Clubes baianos mostraram solidariedade com o povo gaúcho

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 14 de maio de 2024 às 20:21

Diego Pombo Ba-Vi
Bahia e Vitória soltaram comunicado sobre a possível paralisação do Brasileirão Crédito: Letícia Martins/EC Bahia

Representantes baianos no Campeonato Brasileiro, Bahia e Vitória manifestaram posição favorável a paralisação da competição por conta das enchentes que atingem o Rio Grande do Sul e impedem que Internacional, Grêmio e Juventude disputem os seus jogos.

A decisão foi anunciada em comunicado conjunto dos dois clubes na noite desta terça-feira (14). Até então, a dupla Ba-Vi não havia assinado o documento da CBF que pede que os 20 clubes da Série A manifestem as suas posições sobre a interrupção ou não da competição.

"Em solidariedade ao Rio Grande do Sul, o Esporte Clube Bahia SAF e o Esporte Clube Vitória defendem a paralisação temporária do Campeonato Brasileiro. Nesse período, seguiremos buscando soluções e ações para ajudar a população e os Clubes atingidos", diz o comunicado.

Com os posicionamentos de Bahia e Vitória, 17 dos 20 clubes da Série A se mostram favoráveis à paralisação do Brasileirão. Apenas Flamengo, São Paulo e Palmeiras são contra.

Por conta das enchentes em todo estado do Rio Grande do Sul, os clubes gaúchos tiveram os seus jogos adiados até o dia 27 de maio. Na mesma data, a CBF se reunirá com todas as equipes para debater o tema.

Atualmente, Internacional e Grêmio estão com estádios e centros de treinamentos tomados pela água. O Colorado voltou aos treinos no campo da PUCRS, nesta terça-feira, de olho na partida contra o Belgrano, no dia 28 de maio, pela Copa Sul-Americana, mas não sabe onde mandará a partida. O gramado do Beira Rio terá que ser replantado.

Já o Grêmio estuda se mudar para Bragança Paulista, em São Paulo, onde utilizaria a estrutura do Red Bull Bragantino para treinos e jogos. O aeroporto de Porto Alegre está fechado até o próximo dia 30 de maio, o que dificulta as saídas e chegadas da cidade.