BRASILEIRÃO

Feliz e adaptado ao Bahia, Arias indica caminho para tricolor se manter no topo: 'Mentalidade vencedora'

Bem fisicamente, colombiano é um dos destaques do tricolor em 2024

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 8 de maio de 2024 às 17:33

Santiago Arias
Santiago Arias tomou conta da lateral direita e vive grande fase no tricolor Crédito: Tiago Caldas /EC Bahia

Na sua primeira experiência no futebol brasileiro, o lateral direito Santiago Arias está vivendo uma das grandes fases da sua carreira. O colombiano venceu a concorrência com Gilberto, tornou-se titular da posição e voltou a ser convocado para a seleção do seu país. Até aqui, foram 14 jogos e uma assistência que fazem dele um dos destaques do Esquadrão na temporada.

De acordo com o próprio jogador, a boa fase no tricolor tem relação direta com o aspecto físico. Durante entrevista no CT Evaristo de Macedo, Arias lembrou que já conviveu com lesões e que por isso se dedica ao máximo na preparação.

“Os treinos, a constância [explicam a boa fase]. Eu pessoalmente vivi as duas partes do futebol, a parte boa e a não tão boa, com as lesões. Então, quando estou bem, estou 100%, sempre tento chegar ao máximo que posso, é o que eu estou fazendo agora. Se tenho mais sprints, mais velocidade, é porque treinei para isso”, disse o colombiano.

Além dos treinos na Cidade Tricolor, Santiago Arias conta que a recepção no Bahia foi fundamental para a rápida adaptação. Ele conta ainda que a esposa e os filhos estão felizes em Salvador, o que torna o foco no campo mais fácil.

“Primeiro é a confiança que tenho tanto da equipe quanto do treinador. Desde que cheguei me fizeram sentir bem, como se já estivesse aqui há tempo. Isso facilita a entrar no grupo. E nos treinos foi entrar no ritmo. Para mim também é muito importante e fundamental que a família esteja feliz. A minha esposa e os meus filhos estão felizes, eles na escola, a minha esposa em suas atividades e trabalho, ao fim tudo está fluindo e isso é importante para que o jogador esteja focado”, afirmou.

Aos 32 anos, o lateral direito tem um currículo encorpado. Revelado pelo La Equidad, da Colômbia, ele passou por clubes como Sporting, PSV, Atlético de Madrid e Bayer Leverkusen antes de chegar ao Bahia. Pelo PSV, ele foi três vezes campeão holandês, experiência que quer usar agora para manter o time baiano no topo do Brasileirão.

Com 10 pontos, o Esquadrão é o vice-líder da Série A, empatado com o líder Athletico-PR, mas superado no saldo de gols. Neste domingo (12), a equipe terá mais um confronto direto para se manter na parte de cima da tabela, enfrenta o Red Bull Bragantino às 18h30, na Fonte Nova. Para Arias, torcida e o clube têm o direito de sonhar com voos mais altos.

“É sempre ter a mentalidade ganhadora, mentalidade positiva, e no momento em que não estiver bem, tentar buscar a saída desse momento e transformá-lo em algo positivo. Para isso precisamos de todos. Agora é focar em seguir na parte de cima, seguir ganhando e melhorando a cada partida. Que cada um ajude o outro e seguramente conseguiremos mais objetivos na temporada”, finalizou.