Dunga fala sobre convocação e justifica ausência de Coutinho

"A gente tem que ter a informação na hora exata para tomar a decisão", disse o treinador da Seleção sobre situação médica de jogadores

Publicado em 22 de outubro de 2015 às 14:47

- Atualizado há 10 meses

O técnico Dunga divulgou na manhã desta quinta-feira (22) a lista de convocados para jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, contra a Argentina e o Peru. Entre os nomes divulgados, a presença de Cássio e ausência de Philippe Coutinho chamaram atenção durante a coletiva.O comandante da seleção explicou que o goleiro do Corinthians foi convocado para a vaga de Marcelo Grohe, que sofreu uma luxação no ombro direito em sua última convocação. Apesar da lesão, Grohe já estava treinando no Grêmio e está à disposição do técnico Roger Machado para o próximo jogo contra o Vasco, pelo Brasileirão. Dunga divulgou os convocados na manhã desta quinta-feira (22), no Rio de Janeiro (Foto: AFP)“Porque o Marcelo (Grohe) ainda não está 100%. O Cássio estava merecendo uma oportunidade. A gente tenta trazer o máximo de jogadores possível para observar e a gente tenta não trazer jogadores que ainda não estão 100%. A gente opta por um ou por outro para não haver tantas mudanças na convocação”, comentou.

Já o zagueiro David Luiz, que também vem voltando de lesão e sequer foi ao banco do duelo entre o PSG e o Real Madrid, na última quarta-feira (21), apareceu na lista de Dunga para as partidas. “Nós falamos ontem com ele e falamos meia hora atrás. Ele estava no treinamento. Poderia ter jogado esse jogo contra o Real Madrid, mas a comissão do PSG, juntamente com o médico, preferiram dar um tempo a mais de recuperação a ele. Então, está tranquilo”, contou.A principal ausência notada na lista foi a de Philippe Coutinho, meia-atacante destaque do Liverpool nas últimas temporadas. Cortado da última lista após sentir dores na região da virilha, Coutinho já se recuperou da lesão e vem jogado pelos Reeds. “Não pode deixar a cadeira vazia. Se o cara vem, senta e joga bem, vai ser mantido. O jogador tem que aproveitar a oportunidade, valorizar a Seleção Brasileira. Temos contatos frequentes com todos os jogadores. Por isso, eles têm que passar todas as informações para nós. Queremos contatos diretos para não ter erro, não haver equívoco. A gente tem que ter a informação na hora exata para tomar a decisão. Quando ela atrasada ou passa um, dois dias, pode acontecer algo que não agrade a todo mundo”, concluiu Dunga.