NOVA FUNÇÃO

Medalha de ouro em Tóquio, Italo Ferreira será comentarista da Globo na Olimpíada de Paris

Brasileiro foi o primeiro campeão olímpico da história do surfe

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 16 de abril de 2024 às 18:58

Italo Ferreira durante a cerimônia de entrada no Hall da Fama do Surfe
Italo Ferreira durante a cerimônia de entrada no Hall da Fama do Surfe Crédito: Reprodução/Instagram

Fora dos Jogos Olímpicos de Paris, o primeiro campeão olímpico da história do surfe, Italo Ferreira, estará envolvido com a modalidade de outra maneira. Faltando cem dias para o início da competição, a Globo anunciou nesta terça-feira que o atleta será parte do quadro de comentaristas da emissora na cobertura do evento.

Aos 27 anos, Italo foi medalhista de ouro em Tóquio e se tornou o primeiro campeão da modalidade na história olímpica. O surfista também tem no currículo o título do circuito mundial, em 2019.

"Para mim é um orgulho muito grande fazer parte da história dos Jogos Olímpicos. Hoje eu olho para a minha carreira no surfe e para tudo o que conquistei com muita gratidão. Sou um cara que gosta de ter novas experiências em diferentes áreas e de ser desafiado", afirmou.

O atleta participará das transmissões do surfe comentando as baterias. "Quando a Globo me procurou para ser comentarista dos Jogos de Paris eu fiquei muito feliz por esse reconhecimento. Me trouxe até lembranças da infância, de assistir as Olimpíadas na TV Globo. Desta vez vou poder viver o outro lado, que é dos bastidores", relembrou.

A equipe brasileira será a maior dos Jogos na modalidade. O País é o único que poderá enviar seis atletas à praia de Teahupo’o, no Taiti - somente o surfe será disputado fora da França. Gabriel Medina, João Chianca e Filipe Toledo serão os representantes brasileiros na categoria masculina; enquanto Tatiana Weston-Webb, Luana Silva e Tainá Henckel competirão a feminina.

"Claro que a vontade de estar lá surfando e representando o Brasil é enorme, mas minha torcida daqui vai ser maior ainda. Vai ser um desafio e estou ansioso para levar para os brasileiros todo o meu conhecimento e experiência de ser o primeiro medalhista de ouro do surfe nas Olimpíadas", garantiu Italo.