4 vantagens de alongar o pescoço todos os dias

Profissional explica como esse hábito pode ajudar a reduzir os desconfortos nessa região do corpo

  • Foto do(a) author(a) Portal Edicase
  • Portal Edicase

Publicado em 22 de março de 2024 às 14:25

Imagem Edicase Brasil
Alongar o pescoço pode ajudar a reduzir as dores no dia a dia (Imagem: Prostock-studio | Shutterstock) Crédito:

A dor no pescoço é um problema comum que costuma atingir diversas pessoas. Além de restringir os movimentos, esse incômodo também pode prejudicar a realização de tarefas no dia a dia. As suas causas podem ser variadas, como sedentarismo, falta da prática regular de atividade física ou, até mesmo, ficar muito tempo em uma mesma posição.  

Conforme Jessé Ramos, profissional de Educação Física da TotalPass, uma das principais soluções de saúde integrada do Brasil no âmbito corporativo, além desses fatores, a falta de alongamento no dia a dia provoca o enrijecimento dos músculos. “Isso pode desencadear problemas posturais e aumentar o risco de lesões musculares e articulares. O hábito de alongar é fundamental para aliviar a tensão da região”, explica.

Por isso, o profissional lista 4 benefícios do alongamento para reduzir as dores no pescoço e melhorar a qualidade de vida. Confira!

1. Melhora a flexibilidade

Muitas pessoas tendem a ficar paradas durante um longo período na mesma posição, tanto para funções profissionais quanto para lazer. “Quando isso acontece, os músculos ficam enrijecidos e, por consequência, doloridos após alguma movimentação. Por isso, alongar de forma regular ajuda a eliminar essa sensação, já que os músculos e articulações ficarão mais flexíveis , apaziguando o desconforto causado quando ficamos várias horas em frente ao computador ou sentados, por exemplo”, pontua.

Imagem Edicase Brasil
Alongar o pescoço no dia a dia ajuda a melhorar a circulação sanguínea (Imagem: Vasily Gureev | Shutterstock) Crédito:

2. Aumenta a circulação sanguínea

Outra função corporal melhorada com o hábito do alongamento é a circulação sanguínea. “O movimento sanguíneo torna-se mais fluido, diminuindo a probabilidade de possíveis lesões e problemas futuros. Exercitar os músculos certifica que eles fiquem relaxados, característica que vai muito além de um alívio momentâneo. Nesse sentido, não há dúvidas de que uma boa circulação sanguínea melhora a qualidade de vida como um todo”, enfatiza Jessé Ramos.

3. Evita diferentes dores

As dores no pescoço podem desencadear outros tipos de incômodos no corpo. “Além do desconforto no pescoço em si, a ausência de alongamento pode causar dores de cabeça, rigidez ao tocar na região, dormência e formigamento, sensação de pontadas e até dificuldade de movimentação”, explica o profissional.

Dessa maneira, o alongamento pode ajudar a reduzir esses desconfortos. “Exercitar regularmente essa parte do corpo desempenha um papel significativo na prevenção e interrupção desses incômodos. Mas atenção: caso os sintomas persistam, procure um ortopedista para um diagnóstico completo”, alerta Jessé Ramos.

4. Pode ser feito a qualquer hora do dia

O alongamento do pescoço não se limita a um momento específico do dia. “ Realizar esses exercícios pela manhã ajuda a preparar os músculos para os compromissos diários. No meio do dia, durante as pausas no trabalho para aliviar a tensão acumulada. Já quando a pessoa alonga antes de dormir, ela tende a relaxar mais e contribui com a melhora do sono”, conclui o profissional.

Por André Gravatin