Edicase Brasil

Conheça os tipos de doenças inflamatórias intestinais

Médico explica os principais sintomas e maneiras de preveni-las

  • Foto do(a) author(a) Portal Edicase
  • Portal Edicase

Publicado em 10 de maio de 2024 às 15:28

Imagem Edicase Brasil
Maio é um mês de conscientização sobre as doenças inflamatórias intestinais (Imagem: Buravleva stock | Shutterstock) Crédito:

“Maio Roxo” marca o mês dedicado à conscientização sobre as doenças inflamatórias intestinais (DIIs), uma iniciativa voltada para aumentar o entendimento sobre essas condições, reduzir os estigmas associados a elas e promover abordagens mais eficazes de cuidado e tratamento.

Conforme o Dr. Rodrigo Barbosa, cirurgião do aparelho digestivo, as DIIs representam um conjunto de condições crônicas que impactam o trato gastrointestinal, sendo as mais prevalentes a doença de Crohn e a retocolite ulcerativa.

“A doença de Crohn pode afetar qualquer parte do trato gastrointestinal , desde a boca até o ânus e é caracterizada por inflamação crônica que pode se estender por meio de todas as camadas da parede intestinal. Os sintomas incluem dor abdominal, diarreia, perda de peso, fadiga, febre e sangramento retal, entre outros”, diz o médico.

A retocolite ulcerativa é caracterizada por inflamação persistente e recorrente do revestimento do intestino. “Geralmente afeta apenas o cólon e o reto e é caracterizada por inflamação e úlceras na mucosa do cólon e do reto e os sintomas comuns são a diarreia com sangue, dor abdominal, urgência para evacuar, perda de peso e fadiga”, explica Dr. Rodrigo Barbosa.

Imagem Edicase Brasil
Ao identificar qualquer sintoma, é importante consultar um médico (Imagem: 9dream studio | Shutterstock) Crédito:

Outras doenças inflamatórias intestinais

Segundo o médico, existem outras doenças inflamatórias intestinais que merecem atenção, como síndrome do intestino irritável, doença celíaca, diverticulite, hemorroida, colite isquêmica e até câncer de intestino. “É preciso ficar atento a qualquer sinal que o intestino possa não estar funcionando bem e buscar ajuda médica para realizar exames como endoscopia e colonoscopia”, recomenda.

Entre os principais sintomas que podem indicar males intestinais, o Dr. Rodrigo Barbosa ressalta sensação de estufamento e desconforto abdominal , acúmulo de gases (flatulência), cólicas intestinais, diarreia ou constipação, falta de apetite, perda abrupta de peso, enjoos, sangue nas fezes ou grande mudanças nos hábitos de evacuação.

Grupos de risco

Conforme explica o Dr. Rodrigo Barbosa, os grupos de risco para as doenças inflamatórias intestinais incluem pessoas com histórico familiar da doença, fumantes, pessoas que vivem sob grande estresse e aqueles com outros distúrbios autoimunes.

Todavia, as doenças inflamatórias intestinais podem afetar qualquer pessoa, mas são mais comuns em adultos jovens entre 15 e 35 anos, sendo as mulheres mais propensas a desenvolvê-las do que os homens. Existe ainda a possibilidade de ocorrer na terceira idade, acima dos 65 anos.

Tratamento para as DIIs

As doenças inflamatórias intestinais , conforme explica o médico, podem ser tratadas com medicamentos para diminuir a inflamação. Outras opções são mudança na alimentação, terapia nutricional e cirurgia em casos mais graves. As terapias alternativas como acupuntura para controle da dor também podem ajudar.

Prevenindo as doenças inflamatórias intestinais

O Dr. Rodrigo Barbosa explica que para prevenir essas doenças é importante ter uma alimentação saudável , rica em fibras, evitar alimentos que possam causar inflamação, praticar exercícios regularmente, evitar o estresse e manter um peso saudável.

Por Mayra Barreto Cinel