Edicase Brasil

Semântica: aprenda sobre a área que estuda o significado das palavras

Veja exemplos para te ajudar a desenvolver a escrita e a interpretação de texto

  • Foto do(a) author(a) Portal Edicase
  • Portal Edicase

Publicado em 2 de maio de 2024 às 10:28

Imagem Edicase Brasil
Estudar semântica ajuda a entender os significados das palavras (Imagem: ViDI Studio | Shutterstock) Crédito:

A semântica é a área da Linguística que estuda a significação das palavras de uma língua. Logo, é fundamental conhecer alguns dos seus conceitos básicos, a fim de garantir uma boa escrita e uma boa interpretação de texto. Dentro desse estudo, estão os seguintes aspectos:

Sinônimos

Palavras com significados semelhantes . Eles são próximos, mas não iguais.

Exemplos:

  • Distante – longe;
  • Moradia – casa.

Antônimos

Palavras com significados opostos, inversos, contrários.

Exemplos:

  • Claro – escuro;
  • Bem – mal.

Homônimos

São palavras que apresentam a mesma pronúncia e, certas vezes, até a mesma grafia , porém possuem significados diferentes.

Exemplos:

  • Acender: iluminar / ascender: subir;
  • Acento: sinal gráfico / assento: local onde se senta.

Os homônimos podem ser classificados em perfeitos, homógrafos e homófonos.

Homônimos perfeitos

Palavras que possuem a mesma grafia e o mesmo som, mas significado diferente.

Exemplos:

  • Cedo (verbo): eu cedo este livro para o colega;
  • Cedo (advérbio de tempo): chegamos cedo ao cinema.

Homônimos homógrafos

Palavras com a mesma grafia, mas significado diferente.

Exemplos:

  • Jogo (substantivo): vamos assistir ao jogo;
  • Jogo (verbo): eu jogo futebol;
  • Colher (substantivo): use a colher para tomar a sopa;
  • Colher (verbo): vou colher as flores.

Homônimos homófonos

Palavras com o mesmo som, mas grafia e significado diferentes.

Exemplos:

  • Cessão (ato de ceder): leu a cessão de direitos;
  • Sessão (atividade): foi à sessão de cinema;
  • Seção (setor): dirigiu-se à seção de vendas;
  • Secção (corte): fez uma secção no abdômen.

Imagem Edicase Brasil
Parônimos representam classe de palavras semelhantes da Língua Portuguesa (Imagem: Antonio Guillem | Shutterstock) Crédito:

Parônimos

São palavras semelhantes na pronúncia e na grafia, porém com significados diferentes.

Exemplos:

  • Aprender: tomar conhecimento / apreender: capturar;
  • Comprimento: extensão / cumprimento: saudação.

Variantes

Algumas palavras permitem mais de uma forma de grafia, todavia mantêm o sentido.

Exemplos:

  • Catorze e quatorze;
  • Cociente e quociente;
  • Taverna e taberna.

Polissemia

São palavras que possuem mais de um significado .

Exemplos:

  • Manga – fruta / parte da roupa;
  • Banco – assento / instituição financeira.

Por Tao Consult