SALVADOR

Após mais de três horas, operário segue preso em bueiro em Pernambués

Polícia Militar e Corpo de Bombeiros tentam realizar resgate

  • Foto do(a) author(a) Wendel de Novais
  • Wendel de Novais

Publicado em 11 de abril de 2024 às 12:51

Homem fica preso em tubulação
Homem fica preso em tubulação Crédito: Marina Silva / Correio

Um homem, que trabalhava em uma obra na Rua Santo Antônio de Pádua, no bairro de Pernambués, teve a perna soterrada e ficou preso, na manhã desta quinta-feira (11). De acordo com moradores, o operário, identificado apenas como Jonatas, estava cavando no local quando o barro desceu e acabou ficando com as duas pernas presas pela terra.

"Era umas 9h e ele estava cavando, junto de outros dois trabalhadores. Na hora, o barro acima do buraco desceu e ele caiu junto. Quando a gente foi ver, estava com as duas pernas debaixo da terra, com água e lama. Ele começou a se desesperar e a gente tentou tirar, mas não conseguimos", fala Juliana dos Santos, 24 anos, que tentou dar socorro ao trabalhador.

O grupo que foi ajudar conseguiu até tirar uma perna da terra, mas não teve sucesso em fazer o mesmo com a outra. "A água entrou dentro da calça e prendeu com o barro porque ele está com duas calças e uma bota. Uma das calças é apropriada para entrar no esgoto, mas acabou prendendo. Vimos que não daria para tirar e chamamos os Bombeiros", termina Juliana.

Junto com o barro que soterrou a perna de Jonatas, a água começou inundar o bueiro onde o operário ficou preso. Os moradores afirmam que mais de 15 baldes de água foram tirados do local, já que a água começou a subir e chegou na cintura do operário. Às 9h30, o Corpo de Bombeiros chegou e começou a operação para retirada do trabalhador. No entanto, até o momento, ele segue preso no bueiro.

Em nota, a Prefeitura informa que não houve soterramento. Em uma obra de drenagem, um trabalhador prendeu as pernas na lama e imediatamente os órgãos competentes foram acionados. O Corpo de Bombeiros atua para retirar o trabalhador do local. Toda a assistência está sendo prestada na ocorrência.