BALANÇO

Bahia tem média de 45 pessoas presas por dia em 2024

São mais de 6 mil presos ao todo; 2.169 armas foram apreendidas no mesmo período em território baiano

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 15 de maio de 2024 às 15:00

Balanço foi divulgado pela SSP nesta quarta-feira (15)
Balanço foi divulgado pela SSP nesta quarta-feira (15) Crédito: Gilberto Barbosa/CORREIO

Entre os meses de janeiro e maio de 2024, 6.141 pessoas foram presas na Bahia. O número representa uma média de 45 prisões por dia no estado e é superior ao do ano passado, que contabilizou 5.902 presos. Do total deste ano, 37 presos eram líderes de organizações criminosas que atuam no estado e 11 integravam o ‘Baralho do Crime’, da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Além disso, 320 foragidos foram localizados pelo sistema de reconhecimento facial.

Os dados foram divulgados em balanço apresentado na manhã desta quarta-feira (15), pela SSP. No mesmo período, 2.169 armas foram apreendidas em território baiano, uma média de 17 apreensões diárias - o número também supera os do ano passado, quando foram 1.752 artefatos apreendidos. 25 fuzis estão entre as armas recolhidas pelas forças de segurança. A última apreensão ocorreu no dia 14 de maio, na cidade de Itaetê, na Chapada Diamantina.

Outros números exibidos no balanço foram: 1.746 mortes violentas (contra 1.912 no ano passado), 3.785 roubos de veículos (no ano passado, foram 4.432), 2.116 furtos (sendo que foram 2.363 em 2023), além de 263 roubos de ônibus (em 2023 foram 361) e 1 ação de criminosos contra agências bancárias (no ano passado, foram 7).

“A gente está sempre trabalhando para retirar essas armas de circulação, para alcançar pessoas que fazem uso dessas armas para perpetrar mortes violentas, mas, acima de tudo, essas lideranças que muitas das vezes são de outros estados e são responsáveis por determinar a ordem de matança ou de invasão de território aqui na Bahia. A captura dessas lideranças é de suma importância para a gente fazer o combate às facções”, declarou o secretário de segurança, Marcelo Werner.

Também foram apresentados os resultados das ações dos bombeiros baianos no suporte as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, com 212 pessoas e 20 animais resgatados pelos batalhões que atuam nas cidades de Caxias do Sul, Santa Lúcia do Piaí, Granado e Bento Gonçalves.