SAÚDE

Mais três Centros de Reabilitação serão inaugurados em Salvador

Novas unidades vão funcionar em Sussuarana, Pituba e Cajazeiras

  • Foto do(a) author(a) Gil Santos
  • Gil Santos

Publicado em 2 de maio de 2024 às 14:42

Unidade do Bairro da Paz Crédito: Betto Jr. / Secom PMS

A rotina de uma criança com deficiência pode ser exaustiva quando ela precisa buscar atendimento com um fisioterapeuta, neurologista e pediatra, por exemplo, e o bairro em que ela mora não tem unidades com equipes multidisciplinares. Ou, quando essas unidades ficam distantes de casa. Por essa razão, pais comemoraram quando a prefeitura anunciou, nesta quinta-feira (2), que vai entregar mais três Centro Especializado de Reabilitação em Salvador.

Durante a manhã foi inaugurado o Centro Especializado de Reabilitação Nível II (CER II) do Bairro da Paz. A unidade tem capacidade para fazer até 2 mil procedimentos por mês. A vice-prefeita e secretária municipal de Saúde, Ana Paula Matos, contou que, além dessa unidade, mais três serão entregues até o final do ano.

"Uma fica em Mussurunga. A obra está em andamento e é uma parceria com os Missionários da Compaixão. A outra será em parceria com a Apae, no antigo centro de tratamento da unidade que está desativado, na Pituba. Eles se comprometeram com o projeto da obra. E outra, em Cajazeiras, que a gente já alugou o imóvel e recebeu as chaves. Estamos na parte das adaptações para, depois, lançar a licitação para ver quem vai operar", disse.

Junto a outros CERs que são apoiados pela gestão municipal, como o das Obras Sociais Irmã Dulce e do Instituto Guanabara, Salvador terá 10 equipamentos deste tipo. A secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude, Fernanda Lordelo, também participou do evento e afirmou que o Centro de Referência é um cuidado para a criança e um apoio para os responsáveis.

"Quando pensamos em políticas públicas que interferem diretamente com a comunidade, pensamos em políticas que fazem com que as famílias consigam ter melhores tratamento para os seus filhos e melhor qualidade de vida. O maior desejo das mães é ter um local especializado para o cuidado integral dos seus pequenos", afirmou.

O atendimento médico ambulatorial inclui as especialidades de Ortopedia, Neurologia, Psiquiatria e Fisiatria e envolve avaliações clínicas (consultas) e serviços de reabilitação com fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, serviço social, enfermagem, nutrição, pedagogia, educador físico e musicoterapeuta.

Inauguração

O Centro Especializado de Reabilitação Nível II (CER II) do Bairro da Paz teve investimento de R$ 1 milhão. O prefeito Bruno Reis (União Brasil) e José Antônio Rodrigues Alves, provedor da administradora do espaço, a Santa Casa de Misericórdia, chegaram ao local no meio da manhã e visitaram outra unidade operada pela instituição no bairro. O padre Lázaro Muniz concedeu uma benção e houve uma apresentação de orquestra infantil.

Em seguida, os gestores conheceram as instalações do novo centro. São dois andares, incluindo recepção, duas salas de atendimento terapêutico, quatro consultórios, sala de estimulação e ginásio de terapia. Na saída cumprimentaram os moradores. A dona de casa Roseane Silva, 56 anos, tem um neto com Transtornos do Espectro Autista e fez uma observação.

"Precisamos de mais atenção para as nossas crianças. Ter uma unidade perto de casa que ofereça tratamento adequado evita que a gente perca muito tempo tendo que sair de casa muito cedo, enfrentar o estresse do trânsito e tudo o que vem junto com ele, como o calor e o risco de assalto. As crianças ganham melhor qualidade de vida. Precisamos de mais unidades como essa", disse.

Os atendimentos nos Centro Especializado de Reabilitação são feitos por uma equipe multidisciplinar formada por médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, fonoaudiólogos, dentre outros especialistas em reabilitação que atuam de forma integrada para atender às necessidades específicas de cada pessoa assistida.