Ocupação média dos hotéis no mês de novembro supera o mesmo período no ano anterior

A tendência de alta verificada desde julho foi confirmada pela ABIH-BA

  • D
  • Da Redação

Publicado em 18 de dezembro de 2023 às 21:21

Luciano Lopes, Wilson Spagnol e Liliane Pinheiro durante o Coquetel da ABIH-BA
Luciano Lopes, Wilson Spagnol e Liliane Pinheiro durante o Coquetel da ABIH-BA Crédito: Tati Freitas

O setor hoteleiro de Salvador registrou em novembro uma ocupação média de 71,01% — acima da verificada em novembro do ano anterior, 67,62% e no mês anterior outubro de 2023, 65,77%. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, Regional Bahia (ABIH-BA) e confirmam uma tendência de alta verificada desde julho.

A primeira quinzena de dezembro confirma o mantimento deste ritmo e é especulado de que a hotelaria da capital irá finalizar o ano de 2023 com ocupação semelhante ao período de pré-pandemia (62,49% em 2019).

A diária média de novembro se manteve em R$ 560,00, e R$ 420,21 se desconsiderarmos os hotéis de luxo. Com esses resultados, a Revpar (indicador utilizado na hotelaria que representa a média entre ocupação e diária) ficou em R$ 397,64, ou seja, 27,6% acima da observada em novembro do ano anterior (R$ 311,75).

“Estamos muito otimistas para este verão, pois os polos turísticos da Bahia vem sendo procurados para quem quer o descanso proporcionado pela combinação de praia, sol, cultura, história e gastronomia”, afirmou Luciano Lopes, presidente da ABIH-BA.

Os dados foram coletados durante a Pesquisa Conjuntural de Desempenho (Taxinfo), realizada pela ABIH - Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, seções Bahia e Brasil. O levantamento é digital e os dados são fornecidos diariamente pelos hotéis ao Portal Cesta Competitiva. A média resultante constitui o indicador para avaliar a evolução da atividade de hospedagem na capital baiana.