100% em casa: relembre o histórico do Bahia como mandante na Série B

e.c. bahia
11.06.2022, 06:00:00
(Dan Vieira/EC Bahia/Divulgação)

100% em casa: relembre o histórico do Bahia como mandante na Série B

Tricolor pode quebrar recorde de vitórias em sequência nesta temporada

Depois de vencer o Sport por 1x0 na quarta-feira (8), pela 11ª rodada da Série B, o Bahia chegou ao sexto jogo de invencibilidade dentro de casa e segue 100% atuando ao lado de sua torcida. Junto com o Cruzeiro, líder do campeonato, o tricolor tem a melhor campanha como mandante. A diferença é que a equipe mineira tem um jogo a menos.

Mas essa não é a primeira vez que o time apresenta um bom retrospecto jogando em Salvador durante a Série B. Desde que a competição começou a ser disputada no formato de pontos corridos, em 2006, o Bahia participou de seis edições (2008, 2009, 2010, 2015, 2016 e 2022), e em todas elas terminou o campeonato com mais vitórias do que empates e derrotas.

Escute o podcast do CORREIO Bate-Pronto: Anfitrião indigesto: Bahia é o melhor mandante da Série B

O recorde foi justamente em 2016, quando foi comandado por Guto Ferreira em mais da metade da temporada. O treinador ajudou o clube a fazer sua melhor campanha como mandante na segunda divisão, alcançando 15 triunfos, dois empates e duas derrotas, além do acesso à Série A. Naquele ano, Guto ainda alcançou mais um recorde: a maior sequência invicta na Série B atuando em Salvador. Foram 11 jogos sem perder em sequência, sendo nove deles vencendo seguidamente.

Neste ano, o clube alcançou sua segunda melhor marca até aqui ao vencer a sexta seguida, igualando o desempenho de 2015. Como a última vez que o Bahia esteve na segunda divisão também foi sob o comando de Guto Ferreira, dá para dizer que, unindo 2016 e 2022, o treinador mantém 15 jogos invictos em casa na Série B. Neste ano ainda terá pela frente mais 13 jogos na Fonte Nova para, quem sabe, aumentar a marca positiva.

Ataque eficiente

Outro dado que chama a atenção quando se fala do Bahia jogando em casa pela Série B é a efetividade em fazer gols. Apesar da temporada 2022 ter revelado algumas dificuldades para o time aproveitar suas chances, o retrospecto do ataque tricolor em casa é bem positivo ao longo das edições.

Fazendo o recorte desde 2008, o Bahia marcou um ou mais gols em, pelo menos, 89% das partidas como mandante. Isso representa, no mínimo, 17 dos 19 jogos. A temporada de 2015 foi a mais eficiente, quando o Esquadrão fez gol em todas as partidas em Salvador. Em termos de comparação, fora de casa o clube não conseguiu ser efetivo em mais do que 75% dos jogos fora de seus domínios.

E se falarmos especificamente do ‘gutismo’, o técnico consegue ter números ainda melhores. Somando suas duas passagens na Série B com o Bahia, Guto só não viu o time marcar um gol diante do Vila Nova, em 2016. Justamente na única derrota que ele tem na competição sob essas condições.

Relembre o desempenho como mandante em cada temporada

2008

Bahia x Corinthians pela Série B 2008 (Foto: Reprodução/Twitter)

9V; 7E; 3D (59,6% de aproveitamento)
27 gols marcados | 21 gols sofridos
Ataque: marcou em 68% das partidas (16 jogos)
Maior sequência de vitórias seguidas: 3 partidas
Maior sequência sem perder: 8 partidas
Maior placar: Bahia 3x0 América-RN


2009

Bahia comemora triunfo contra a Ponte Preta (Foto: Reprodução/Twitter)

9V; 6E; 4D (57,8% de aproveitamento)
34 gols marcados | 23 gols sofridos
Ataque: marcou em 95% das partidas (18 jogos)
Maior sequência de vitórias seguidas: 3 partidas
Maior sequência sem perder: 6 partidas
Maior placar: Bahia 4x0 ABC


2010

Elenco do Bahia que conseguiu o acesso à Série A (Foto: Robson Mendes/CORREIO)

10V; 6E; 3D (63,1% de aproveitamento)
37 gols marcados | 18 gols sofridos
Ataque: marcou em 95% das partidas (18 jogos)
Maior sequência de vitórias seguidas: 3 partidas
Maior sequência sem perder: 8 partidas
Maior placar: Bahia 5x1 ASA


2015

Bahia goleia Boa Esporte na Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

12V; 5E; 2D (71,9% de aproveitamento)
31 gols marcados | 17 gols sofridos
Ataque: marcou em 100% das partidas (19 jogos)
Maior sequência de vitórias seguidas: 6 partidas
Maior sequência sem perder: 14 partidas
Maior placar: Bahia 4x1 Mogi Mirim-SP e Bahia 4x1 Boa Esporte-MG


2016

Renato Cajá comemora gol contra o Bragantino na Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

15V; 2E; 2D (82,4% de aproveitamento)
36 gols marcados | 10 gols sofridos
Ataque: marcou em 89% das partidas (17 jogos)
Maior sequência de vitórias seguidas: 9 partidas
Maior sequência sem perder: 11 partidas
Maior placar: Bahia 4x0 Tupi-MG

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas