'A mulher é capaz de indicar os desajustes de preços em supermercados', diz Temer

brasil
08.03.2017, 17:58:00
Atualizado: 08.03.2017, 18:15:13

'A mulher é capaz de indicar os desajustes de preços em supermercados', diz Temer

O peemedebista também declarou que a mulher "além de cuidar dos afazeres doméstico, vai ver um campo cada vez mais largo para o emprego"

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em evento sobre o Dia Internacional da Mulher, nesta quarta-feira (08) em Brasília, o presidente Michel Temer disse estar preocupado com a situação de desigualdade da mulher no Brasil e fez um discurso afirmando a importância da figura feminina no lar e em setores como a economia. As falas do presidente geraram polêmica

O peemedebista, que conta com duas mulheres em seu Gabinete de 28 pastas, disse que as mulheres são importante para o lar e para a formação dos filhos, já que "isso quem faz não é o homem, é a mulher". Ele também declarou que as mulheres têm participação direta na economia do país, já que é "capaz de indicar os desajustes de preços em supermercados" e "eventuais flutuações econômicas".

Ainda sobre a economia, o presidente declarou que a queda da inflação e dos juros "significa empregos e também que a mulher, além de cuidar dos afazeres domésticos, vai ver um campo cada vez mais largo para o emprego". De acordo com o presidente, "homens e mulheres são igualmente empregados", porém, com algumas restrições. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas