Abapa vai premiar reportagens sobre algodão

economia
03.06.2022, 06:00:00
(Abapa/Divulgação)

Abapa vai premiar reportagens sobre algodão

Suspenso em 2019 e 2020 por causa da pandemia, Prêmio Abapa de Jornalismo terá uma nova edição no final deste este ano

Com muito trabalho e investimentos em tecnologia e inovação os produtores rurais do Oeste da Bahia conseguiram transformar uma região de terras pobres em nutrientes num dos principais polos agrícolas do país, diz o presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Luiz Carlos Bergamaschi, presente na Bahia Farm Show, no município de Luis Eduardo Magalhães, no Oeste da Bahia. 

“As nossas histórias ainda são desconhecidas do público e nós queremos modificar isso”, diz o produtor rural. Foi a partir desta percepção que a Abapa criou, em 2019, o Prêmio Abapa de Jornalismo, que terá uma nova edição no final deste este ano. A premiação foi suspensa em 2020 e 2021 por conta da pandemia. 

Bergamaschi conta que o Oeste é uma referência agronômica para todo o Brasil. “Temos os melhores resultados em produtividade. Durante o lançamento do prêmio ontem, ele destacou o trabalho realizado pela Abapa na região. Dentre outros, citou a qualificação de 52 mil pessoas. “Utilizamos cada vez mais tecnologia, máquinas de última geração e precisamos de mão de obra qualificada para isso”, diz. 

Este ano, o prêmio totaliza R$ 81 mil, distribuídos entre as categorias Estudante e Profissional. “Ao mesmo tempo em que queremos reconhecer o trabalho da imprensa, esperamos que este prêmio seja um estímulo para lermos e assistirmos ótimas reportagens”, diz. 

O projeto de conteúdo Bahia Farm Show é uma realização do jornal Correio com o apoio da ABAPA

*O jornalista viajou para a Bahia Farm Show a convite da AIBA

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas