Abrigo faz nova doação às famílias de tio e sobrinho que salvaram cão na capital

salvador
11.01.2022, 23:14:00
(Paula Fróes/ CORREIO)

Abrigo faz nova doação às famílias de tio e sobrinho que salvaram cão na capital

Valor doado foi de R$ 1.212; Railson Costa, 41 anos, continua desaparecido

O Santuário do Melhor Amigo, um abrigo para animais abandonados, fez uma doação no valor de R$ 1.212 para a família dos dois homens que pularam no córrego do Rio Lucaia, na Avenida Vasco da Gama, no dia 5 de dezembro, para resgatar um cachorro de rua que se afogava devido às fortes chuvas. No dia 22 do mesmo mês, o abrigo já havia doado R$ 500

Até hoje, o corpo de Railson Costa, 41 anos, não foi encontrado. Já o sobrinho dele, Jonathan Costa, foi achado sem vida ainda no mesmo dia da tragédia. Os dois entraram no córrego enquanto chovia forte na capital baiana para resgatar um cachorro, que chegou a ser salvo. No entanto, eles foram levados pelo rio e desapareceram. O corpo de Jonathan foi encontrado perto do Mercado do Peixe, no Rio Vermelho.

“É gratificante essa ajuda, agradeço muito a instituição que está cedendo essa  ajuda nesse momento, sou muito grata de coração”, disse a irmã de Railson, Rosana Souza Costa, 43. Na última vez que recebeu a doação, a mulher comprou medicamentos para a sua mãe, que estava numa cama por causa de um acidente hemorrágico. Railson morava com ela e ajudava em casa com o que ganhava vendendo frutas e verduras. 

Já que o corpo da vítima segue desaparecido, sua família não conseguiu realizar um enterro para se despedir. “Estou em contato com o Corpo de Bombeiros e os demais que estão fazendo as buscas. A única coisa que fiz por ele foi ir na igreja e pedir paz onde ele estivesse, pois fez um mês do seu desaparecimento em 5 de janeiro”, concluiu Rosana. 

Os valores foram transferidos por PIX pelo diretor do Santuário do Melhor Amigo, João Carlos de Castro Cavalcanti, 74. “Eles deram suas vidas para salvar um animal e isso tocou muito a gente e então decidimos minimizar um pouco dessa dor, dando um valor simbólico para que estas famílias possam passar um Natal com menos sofrimento”, disse ele em dezembro, logo depois da primeira doação, feita na redação do CORREIO, na Federação.

O abrigo foi fundado pela esposa de João Carlos, Renilce Cavalcanti. “São 2.500 cachorros e 500 gatos numa área de 10 mil metros quadrados. É o maior abrigo de animais do país”, garantiu. O santuário funciona em um sítio e conta com uma equipe de veterinários e mais de 30 funcionários. O endereço foi mantido em sigilo. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas