Acelere[se]: startup que incentiva moda sustentável vence desafio

agenda bahia
07.11.2018, 23:05:00
Atualizado: 13.11.2018, 20:04:06
Equipes das startups comemoraram conquistas do Acelere[se] (Fotos de Arisson Marinho/CORREIO)

Acelere[se]: startup que incentiva moda sustentável vence desafio

A Closet participou de um programa de mentorias de 12 semanas

A ideia de participar de um programa de aceleração com mentorias surgiu de uma mensagem. Até então, as amigas Camilla Raupp, 30, e Thais Godinho, 30, criadoras da startup Closet, mantinham o negócio de compartilhamento de vestidos e acessórios de festa sem qualquer tipo de orientação. 

Mas, ao receberem a sugestão, pensaram: por que não? Do risco, sacaram a oportunidade e, ontem, as duas únicas mulheres em um programa com outras seis empresas dirigidas por homens, subiram ao palco como as vencedoras do Desafio de Inovação Acelere[se], iniciativa do CORREIO e da aceleradora Rede+, encerrada durante o seminário Humanize[se], no Fórum Agenda Bahia 2018.

As sete empresas aceleradas tiveram seus projetos apresentados em um pitch (mostra-relâmpago) de três minutos, cada. Esse foi o momento em que os empreendedores apresentaram sua marca, ideia de negócio e prognósticos para o futuro. 

Os empreendedores apresentaram seus planos de negócios para o diretor de jornalismo do CORREIO, Roberto Gazzi, a empreendedora e apresentadora do Shark Tank Brasil, Cristiana Arcangeli, e para Camila Passos, gerente de marketing do Sebrae. O pitch também foi a primeira vez das vencedoras, representadas no palco por Camilla, à frente de um corpo de jurados.

 “Que mulher nunca se deparou com a pergunta: com que roupa eu vou? Principalmente com a quantidade de festas para frequentar? Eu mesma fui para 17 casamentos só no ano passado”, exemplificou durante a apresentação.

As sócias da Closet e Cristiana Arcangeli

Sem desperdício

A marca, criada em 2016, surgiu para evitar o desperdício. Moda e sustentabilidade como os combustíveis do negócio soteropolitano. A Closet é uma empresa colaborativa de aluguel de vestidos que quer interromper o ciclo de desperdício e incentivar o consumo consciente. 

Durante os três meses de participação no Acelere[se], no entanto, a dúvida era justamente se um negócio de moda venceria entre startups movidas por tecnologia. “Um negócio de moda e sustentabilidade vencendo a aceleração. Foi realmente uma surpresa”, disse Camilla, após a divulgação do resultado do desafio

A dupla vencedora receberá mentoria e suporte da Rede+,e um ano de assinatura do Clube Correio. Mas, mais do que isso, as criadoras da Closet levaram na bagagem das horas de mentorias e acompanhamentos o principal: “Saímos com uma outra visão. Corremos muito atrás do nosso aprimoramento. O nosso grande desafio foi a escalabilidade e conseguimos aprender como melhorar também isso”. 

Silvio Regis, da EvEx

As startups finalizaram suas participações no Acelere[se] justamente com o foco na inovação. Algumas, inclusive, já com resultados contabilizados. É o caso da EvEx, a segunda colocada, uma plataforma digital que permite organizar eventos, que oferece variados espaços e profissionais. A empresa foi representado no Pitch por Silvio Regis. “Dobramos nossas demandas durante a participação no programa”, calculou.

Já o criador da N2 Soluções, terceira colocada, Eduardo Peixoto, falou como o projeto serviu de propulsor para os planos da marca. Por meio de um aplicativo, a população registra as ocorrências de trânsito e, assim, o poder público dispõe de informações para traçar políticas públicas de segurança.

“O programa deu coragem para enfrentar o mundo. O grupo formado também foi muito bom. Não ficamos como competidores, mas como colegas”, afirmou. 

Eduardo, da N2Soluções

Lição para empreendedores

No Desafio Acelere[se], a plateia foi apresentada ao futuro do mundo dos negócios. Ou, pelo menos, às iniciativas mais inovadoras. É a inovação, inclusive, o grande destaque para toda e qualquer marca, acredita Cristiana Arcangeli, que também fez uma palestra para a plateia e os competidores. Para ilustrar, ela apresentou a própria trajetória em três momentos: ‘a dentista que virou shampoo, que virou apresentadora’. 

“É a inovação que impulsiona qualquer negócio. Se outros negócios oferecem o mesmo que o seu, então a única diferença é o preço. E, para pensar inovação, é preciso ir para as ruas. A inovação não está no computador”, falou.

As diferenças dos negócios competidores, defendeu Cris, mostram que o caminho não é a comparação. Mas sim, novamente, o quão inovador é o negócio. “O nível em geral foi muito bom. Sem comparar, porque não tem como comparar”, falou. 

No final da cerimônia, a animação mostrava que todos estavam prontos para seguir a escalada em busca do posto de primeiro unicórnio (startups que valem US$ 1 bilhão) da Bahia. “A ideia foi levar a inovação a outro patamar”, comentou Rodrigo Paolilo, CEO da Rede+. A notar pelos empresários, jurados e plateia, conseguiram. 

O Desafio de Inovação Acelere[se] foi um oferecimento do Fórum Agenda Bahia 2018 com apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador e Rede Bahia, apoio do Sebrae e realização do CORREIO e Rede+.

*Com supervisão do editor Flávio Oliveira


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/temer-ressalta-forca-e-estabilidade-das-instituicoes-em-pronunciamento/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sessao-do-tj-ba-e-suspensa-apos-confusao-e-retirada-de-advogado/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/confira-o-clipe-da-cantora-argentina-lali-em-parceria-com-pabllo-vittar/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/voce-sabia-que-o-ford-mais-vendido-na-america-do-sul-e-feito-na-bahia/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mostra-multimidia-homenageia-os-40-anos-do-correio/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/igreja-transmite-momento-em-que-pastor-e-baleado-em-culto-veja/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/camera-de-shopping-flagrou-conversa-de-empresario-que-matou-jogador-e-testemunhas/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/prepare-a-maratona-cinco-series-da-netflix-para-ver-apos-o-enem/