Acidente de carro na Itália mata embaixador do Brasil no Líbano

brasil
08.05.2019, 17:36:47
Atualizado: 08.05.2019, 17:44:16
(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Acidente de carro na Itália mata embaixador do Brasil no Líbano

Embaixatriz Vera Lúcia Pinto também morreu em colisão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O embaixador do Brasil no Líbano, Paulo Cordeiro de Andrade Pinto, e sua esposa, a embaixatriz Vera Lúcia Ribeiro Estrela de Andrade Pinto, morreram nesta quarta-feira, 8, em um acidente de carro na Itália.

Segundo jornais italianos, o acidente aconteceu na via SS96, no trecho entre as comunas de Grumo e Altamura, na região da Puglia, no sul do país.

O táxi em que o embaixador e a mulher estavam colidiu contra um caminhão. O motorista do veículo, Marcello de Filippis, 49 anos, também morreu na hora.

Foto: Brazilian Ball/Divulgação

Antes de assumir a Embaixada do Brasil no Líbano — cargo que ocupava desde o ano passado —, Paulo havia sido cônsul em Milão. Em nota, o Palácio do Itamaraty lamentou a morte e expressou a familiares e amigos "sua solidariedade e sentidas condolências".

Confira a nota do Itamaraty na íntegra:

"O Ministério das Relações Exteriores registra, com grande pesar, o falecimento do Embaixador do Brasil no Líbano, Paulo Cordeiro de Andrade Pinto, e de sua mulher, Vera Lúcia Ribeiro Estrela de Andrade Pinto, em trágico acidente rodoviário ocorrido no dia de hoje no sul da Itália.

O Ministério das Relações Exteriores expressa aos familiares e amigos do Embaixador Paulo Cordeiro e da Embaixatriz Vera Estrela sua solidariedade e sentidas condolências."

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas