ACM Neto é vacinado contra a covid-19 em Salvador: 'Emoção muito grande'

salvador
09.07.2021, 13:53:34
Atualizado: 09.07.2021, 14:04:04
(Foto: Arisson Marinho / CORREIO)

ACM Neto é vacinado contra a covid-19 em Salvador: 'Emoção muito grande'

Imunizante foi aplicado ao som do Hino do Senhor do Bonfim

Uma agente de saúde da Unidade Básica de Saúde da Família de Fazenda Grande III saiu de dentro do prédio com uma carteira de motorista e caderneta de vacinação em mãos para anunciar o próximo a se vacinar. "Antônio Carlos Peixoto", convocou, sem provocar alarde. Ao levantar o rosto, ela viu de quem se tratava: era o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, indo tomar sua primeira dose da vacina contra a covid-19.

Aos 42 anos, o presidente nacional do Democratas chegou por volta das 12h30 desta sexta-feira (9) na USF, inaugurada por ele em abril do ano passado. "Eu vou pegar a fila, viu?", alertou ele ao secretário de Saúde e seu amigo de infância Léo Prates, que o acompanhou.

A fila nem estava grande, eram só quatro pessoas na frente dele no dia em que os maiores de 40 anos já estão sendo vacinados na capital baiana. 

A diretora da unidade, então, o cumprimentou e pediu um documento de identificação para realizar o cadastro. O ex-prefeito bateu as mãos no bolso e percebeu que tinha esquecido a carteira. Em seguida, pediu ao motorista que trouxesse a mochila dele, que estava no carro. Poucos segundos depois, Neto apresentou o documento e foi aguardar sua vez.

Após ser chamado pelo seu sobrenome desconhecido, ele se dirigiu até a sala de vacinação, onde estava tocando Ivete Sangalo. Ao perceber a presença ilustre, a aplicadora mudou a playlist para algo ainda baiano: o Hino do Senhor do Bonfim, logo na sexta-feira, dia do santo.

"Para mim é uma emoção muito grande. Esperei muito tempo pela minha hora, desde o ano passado. Quando a covid chegou em nossa cidade, lutamos muito. Um esforço para salvar o máximo de vidas, acolhendo todos os baianos que precisaram de atendimento", relembrou o prefeito, que tomou a dose da Pfizer.

Ex-prefeito abriu o sorrisão após ser imunizado (Foto: Arisson Marinho / CORREIO) 

O ex-prefeito, que não se infectou com a covid-19, também falou sobre a angústia de ter que esperar um ano e meio para se imunizar.

"A espera trouxe uma certa angústia para todo mundo, pois ninguém sabia ao certo quando chegaria a vacina. Nosso desejo era que a vacinação fosse mais rápida, que a população já estivesse toda imunizada. Mas, hoje, não me permito ter qualquer sentimento negativo em relação a isso. Só dou espaço para a minha alegria por estar vacinado e poder dar um passo adiante", celebrou.

ACM Neto também aproveitou o espaço para alertar a população, defendendo a importância da segunda dose. 

"Outro dia estava conversando com o prefeito Bruno Reis, e ele me disse 'poxa, tem gente que toma a primeira dose e acha que já resolveu, e não vai tomar a segunda'. É preciso tomar as duas doses. Inclusive, essa variante Delta só é evitada com as duas doses. É fundamental", defendeu.

Carnaval
ACM Neto disse desejar que o Carnaval seja realizado no ano que vem, mas ressaltou que a festa só deve ocorrer se toda a população estiver vacinada. “Espero que, com a população imunizada com as duas doses, a gente possa ter Carnaval ano que vem”, afirmou, ponderando ainda que a decisão cabe às autoridades. “Tivemos que passar 2020 e 2021 convivendo com a pandemia. Que 2022 já seja um ano que o país comece sem covid”, complementou. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas