Adriana Araújo concorre a 'revelação' do Conselho Mundial de Boxe

esportes
29.01.2020, 12:23:00
Atualizado: 29.01.2020, 12:23:37
Pugilista baiana Adriana Araújo disputa o prêmio concorre a 'revelação' do Conselho Mundial de Boxe (Mario Palhares/ Divulgação)

Adriana Araújo concorre a 'revelação' do Conselho Mundial de Boxe

Baiana medalhista olímpica se sagrou campeã mundial em outubro do ano passado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A pugilista baiana Adriana Araújo está concorrendo ao título de "mulher revelação" do Conselho Mundial de Boxe (CMB). Campeã mundial silver, ela disputa o prêmio com outros nomes do boxe internacional, a exemplo das mexicanas Sonia Osorio, Guadalupe Bautista e Lourdes Juarez, da argentina Maria Micheo, e da britânica Chantelle Cameron. A categoria faz parte do ”The Best WBC 2019”, premiação que escolhe os melhores atletas do ano. 

Bronze nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, a soteropolitana nascida e criada no bairro de Brotas conquistou o título na categoria Super-Leves (até 63,5 kg), no Boxing For You 7, realizado em São Paulo, em outubro. Na ocasião, ela venceu por decisão unânime dos jurados após dominar a argentina Claudia Andrea Lopez durante os 10 rounds.

Adriana Araújo defenderá o título Silver pela primeira vez no Boxing For You 2020, que será realizado no dia 29 de fevereiro, na Arena de Lutas, em São Paulo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas