Agências bancárias baianas têm abertura atrasada por adesão à greve da categoria

bahia
10.08.2018, 11:55:19
Atualizado: 10.08.2018, 13:46:27
(Foto: Mário Bittencourt/Arquivo CORREIO)

Agências bancárias baianas têm abertura atrasada por adesão à greve da categoria

Agências já começam a ter seus funcionamentos normalizados

As agências bancárias baianas tiveram seus funcionamentos alterados nesta sexta-feira (10). As agências atrasaram o horário de abertura em uma hora. Isso porque uma paralisação parcial está sendo realizada nacionalmente em protesto à proposta de reajuste salarial realizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Em Salvador, um ato está sendo realizado na sede do Banco do Brasil no Comércio. "O ato é contra a intransigência da Fenaban e a favor da revogação da reforma trabalhista. A Federação quer implementar uma terceirização total e não quer assinar a renovação do nosso acordo coletivo", afirmou o presidente licenciado do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos.

O protesto no Comércio começou 8h30 e tem previsão para terminar às 12h. As agências já começam a ter seus funcionamentos normalizados. 

Após rejeitarem a proposta de reajuste salarial feita pela Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), os bancários devem fazer manifestações em todo o país nesta sexta. Segundo a Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), os trabalhadores marcaram protestos e paralisação parcial de agências.

"A abertura das agências e dos departamentos bancários será retardada em protesto contra os ataques aos direitos dos trabalhadores e contra o desemprego e a retirada de direitos", informou a entidade, em nota. 

A Febraban, entidade que representa os bancos, afirmou que não foi oficialmente informada sobre nenhum tipo de paralisação nas agências nesta sexta. 


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas