Ainda em busca de reencontrar os triunfos, Bahia visita o Goiás

esportes
24.11.2019, 13:14:20
Atualizado: 24.11.2019, 15:04:16
Juninho treina no Fazendão: zagueiro volta para reforçar a defesa do Bahia diante do Goiás (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Ainda em busca de reencontrar os triunfos, Bahia visita o Goiás

Tricolor nunca ganhou do Esmeraldino no Serra Dourada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Bahia volta hoje à missão de espantar a má fase. Sem vencer há sete jogos, o tricolor quer acabar com o jejum diante do Goiás, às 16h, no Serra Dourada, em Goiânia, em jogo válido pela 34ª rodada do Brasileirão.

Estar fora de casa,aliás, pode significar uma coisa boa: foi longe da Fonte Nova que o Esquadrão conquistou seu último triunfo. Aconteceu em Porto Alegre, onde bateu o Grêmio por 1x0, no dia 16 de outubro. De lá para cá, somou três empates e quatro derrotas.

Uma vitória, aliás, quebraria não apenas o jejum sem festejar os três pontos como exterminaria um tabu muito maior: na história da Série A, o Bahia nunca ganhou do Goiás no Serra Dourada.

Levando em conta todos os encontros dos dois times, foram 25 partidas, com 10 vitórias para o esmeraldino, 7 para o tricolor e 8 empates. O placar igualado foi o resultado do último encontro os times no Brasileirão, pelo primeiro turno: 1x1 na Fonte Nova.

Atualmente, o Esquadrão possui 44 pontos e está na 9ª colocação. Já o Goiás tem um ponto a menos, 43, e aparece na 11ª posição.

Na partida, o técnico Roger Machado não poderá contar com Flávio, suspenso por tomar o terceiro cartão amarelo no empate de 1x1 com o Palmeiras. Com isso, Guerra está cotado para entrar e Ronaldo permanecerá como titular. “Cada um buscando o seu espaço, eu também buscando o meu. Durante o campeonato, diversas vezes a gente vem oscilando, joga um em uma hora, em outra joga outro. Mais uma oportunidade para estar mostrando e estar ajudando o Bahia para tentar esse objetivo que a gente acredita”, falou o volante, referindo-se à classificação à Copa Libertadores.

A cinco rodadas do final do campeonato, a chance do Bahia conquistar a vaga na Libertadores 2020 é remota. A equipe está seis pontos atrás do Corinthians, que tem 50 e no momento encerra a zona de classificação, em oitavo lugar. O G6 original virou G8 por causa do Athletico-PR, campeão da Copa do Brasil, e do Flamengo, que ontem venceu o River Plate por 2x1 e conquistou a Libertadores deste ano.

Ronaldo, que disputou 11 partidas pelo time no ano, sonha alto. “Restam poucos jogos, e a gente pensa em vencer todos para estar lá em cima. Jogo importante, confronto direto e vamos buscar o triunfo (...) Campo bom de jogar, a gente tem uma vantagem à frente deles e vamos com tudo para ter mais pontos e chegar ao nosso objetivo”, afirmou.

Mais substituições
Flávio não será o único desfalque do Bahia na partida contra o Goiás. Marco Antônio e Artur estão no departamento médico e não participarão do confronto.

Por outro lado, Roger promoverá a volta de Juninho, que tinha sido vetado diante do Palmeiras devido a uma cláusula contratual. O mesmo veto havia sido imposto a Guerra e Artur.

Élber, que saiu machucado durante o empate contra o vice-líder da Série A e perdeu três treinos na semana, também está confirmado.

Outro lado
Pelo Goiás, também há substituições em relação à partida anterior. Destaque do time, o atacante Michael cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo no empate de 1x1 com o Vasco e esrá à disposição do técnico Ney Franco. Será titular no lugar de Rafinha.

A dúvida do esmeraldino  fica por conta do lateral-esquerdo Jefferson. No confronto contra o cruz-maltino, o camisa 13 foi substituído por sentir dor muscular e, ao longo da semana, não treinou normalmente. Como Alan Ruschel está suspenso, a tendência é que a vaga fique com Marcelo Hermes. O jogador está sem atuar há mais de um mês - a última vez foi na eliminação para o Cuiabá na Copa Verde, no dia 23 de outubro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas