Além da chave: carros podem ser abertos por app, botão e até pulseira

salvador
31.10.2020, 05:59:00
Para a versão topo de linha do Creta a Hyundai oferece, como opcional, uma pulseira que substitui a chave para abrir o carro e dar a partida no motor (Foto: Hyundai)

Além da chave: carros podem ser abertos por app, botão e até pulseira

A tecnologia permite que novas forma de acesso facilitem a vida do motorista. Conheça essas opções

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

No início da era automotiva era preciso girar uma manivela para ligar um carro. Para as portas nem era necessário ter fechadura. Depois vieram as chaves. Hoje tudo ficou mais fácil. Diversos carros que custam abaixo de R$ 90 mil - sim, os carros subiram bastante neste ano - podem ser acessados sem a necessidade do uso da chave.

O Nissan Versa 2021, que foi lançado nesta semana e custa a partir de R$ 72.990, tem em todas as versões partida do motor por botão e sensor presencial para a abertura das portas. Basta estar com a chave no bolso ou na bolsa, por exemplo, para realizar as atividades rotineiras. Essa chave na verdade é um controle remoto com a chave física embutida. Chevrolet Onix, Ford Ka, Hyundai HB20 e Volkswagen Polo contam com esse sistema.

Um botão para ligar e desligar o carro já é realidade até em modelos como Chevrolet Onix e Hyundai HB20 (Foto: Fabio Gonzalez/GM)

Mas é possível ir além. É possível estar em outro país e destravar um carro no interior da Bahia. Não é preciso nenhuma gambiarra. Graças à internet a bordo essa função pode ser executada em diversos modelos da Chevrolet, incluindo o mais barato deles, o Onix. Por meio de um aplicativo, o proprietário pode dar partida no motor e destravar as portas, entre outras funções. Basta haver sinal de celular nos dois pontos.

As visões do aplicativo da Chevrolet e da Volvo (Foto: Reprodução)

A Volvo foi a pioneira no país na oferta de um aplicativo para efetuar essas funções. Atualmente, outras marcas premium como Audi e BMW também oferecem essas possibilidades. Entre as marcas generalistas, a Ford começou a oferecer essas funções no Territory, via o aplicativo FordPass. A expectativa é que amplie em breve para outros veículos.

Pulseiras mágicas
Quer correr ou ir à praia sem levar a chave ou um smartphone? Também é possível. A Hyundai oferece uma pulseira que cumpre essas funções. Chamada de Key Band, ela é chave presencial em forma de pulseira que desempenha as principais funções da smart key convencional, está disponível como item opcional para o Creta Prestige (que custa R$ 110.990) por R$ 999,52. 

Com tela sensível ao toque, a pulseira funciona como relógio, contador de passos e calorias, medidor de distância percorrida, e, ainda, exibe notificações do celular em seu visor, indicando, por exemplo, quando há chamadas de voz e alarmes.

Nos modelos da Jaguar e da Land Rover uma pulseira pode fazer a função da chave (Foto: Land Rover)

A Jaguar Land Rover tem um sistema similar, que estreou no país na chegada do F-Pace no final de 2016. Enquanto estiver utilizando a pulseira, basta encostá-la na letra “J” do logotipo da Jaguar na traseira, trancando as portas. Basta repetir o gesto antes de assumir o volante para que as portas sejam destravadas e a chave convencional, que pode ficar dentro do carro, volte a funcionar. 

A Activity Key é um item de série nas versões R-Sport P250 (R$ 420.950 ) e S P380 (R$ 500.950) e opcional nas demais, quando custa entre R$ 1.700 e R$ 2.040. No portfólio brasileiro da Land Rover está disponível para todos os modelos, com exceção do Discovery Sport.

Evolução da chave
Para alguns modelos, a BMW oferece uma chave que tem o aspecto de um smartphone, que inclusive precisa ser recarregada como um desses aparelhos, é a Display Key. Por meio de uma tela, informa a autonomia e dá acesso a diversas funções do computador de bordo.

A Display Key, da BMW, tem a aparência de um smartphone (Foto: BMW)

Com ela, é possível também ligar remotamente o veículo e ajustar a temperatura interna. No Brasil, é integrada ao M5, Série 7, Série 8, X5, X6, X7 e i8. Desses, a opção mais barata é o X5, que custa R$ 507.950.

E se der errado?
Geralmente, as chaves presenciais contam com a chave propriamente dita dentro do controle. Assim, se acabar a bateria do carro, por exemplo, basta retirar a chave e destravar o carro. Se ela for desmagnetizada basta encostar por alguns segundos na coluna de direção.

Se ela cair dentro do carro e você bater a porta alguns modelos vão soar toques na buzina para avisá-lo.   Nos modelos que podem ser abertos via aplicativo, é necessário ter a chave por perto para sair com o carro. Mesmo quando a partida também é dada remotamente. É uma segurança extra para evitar acidentes ou até mesmo se um hacker invadir o app.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas