Alunos aprendem a se expressar e reconhecer a importância da cultura

especiais patrocinados
06.09.2018, 02:29:00
A arte desperta percepção ampliada e o senso de humanidade (Divulgação)
Estúdio Correio -

Alunos aprendem a se expressar e reconhecer a importância da cultura

Música, pintura, dança, fotografia, teatro e diversas outras expressões fazem parte das atividades desenvolvidas pelos estudantes em muitas escolas da capital baiana

A arte e a cultura estão cada vez mais presentes no processo de aprendizado e na formação dos estudantes. Música, pintura, dança, fotografia, teatro e diversas outras expressões fazem parte das atividades desenvolvidas pelos estudantes em muitas escolas da capital baiana. Eles aprendem a se expressar e a reconhecer a importância da cultura para a vida social.

“Um indivíduo pode ser considerado intelectualmente pleno quando na sua formação estão inseridos embasamentos do contexto cultural. Esta formação se dá não apenas em relação a História da Arte, mas também quando o sujeito é capaz de fazer uso dessa formação para o exercício constante do seu potencial criativo e reflexivo, julgando de forma significativa a leitura de mundo, seja quanto a estética, diversidade cultural ou a uma simples apreciação do cotidiano”, afirmou Joelma Serra, professora de artes visuais do Colégio São Paulo.

“Um indivíduo pode ser considerado intelectualmente pleno quando na sua formação estão inseridos embasamentos do contexto cultural”
Joelma Serra, professora de artes visuais do Colégio São Paulo

O que implica na formação cultural, segundo Joelma, está além de uma sala de aula. O complemento se dá com uma rotina de múltiplas escolhas sociais, seja música, dança, teatro ou artes visuais.

Cada série realiza um projeto específico para o desenvolvimento de manifestações artísticas e culturais, no Colégio Antônio Vieira. A coordenadora de Artes e Músicas do Ensino Fundamental, Poliana Coelho, explicou que as atividades envolvem toda a turma, e resultam na apresentação de habilidades por parte de alguns jovens. As atividades envolvem pintura, artesanato, workshops, dentre outras oficinas. O Vieira também conta com a Academia Vieirense de Letras e Artes, com diversas vertentes. Os estudantes realizam encontros em que expressam a arte em suas diversas vertentes.

LINGUAGENS
A supervisora pedagógica do Colégio Ômega, Eneida Souza, afirma que a arte e a cultura são inseridas no processo de aprendizagem através de linguagens como teatro, dança, música e artes visuais. “Essas linguagens articulam saberes e envolvem as práticas de criar, ler, produzir, construir e refletir sobre formas artísticas, desenvolvendo a criticidade, criatividade e inserção social”, citou. Na instituição, além das aulas curriculares, são desenvolvidos vários projetos, que possibilitam aos estudantes a expressão da criatividade através de pinturas, escultura, modelagem, dança, expressão corporal, instalações e teatro.

“É impossível pensar em educação no mundo contemporâneo, sem o papel que a cultura exerce”, afirmou o produtor e professor do Colégio Vitória-Régia, Ricardo Carvalho. A arte, segundo ele, é o que desperta a sensibilidade, percepção ampliada e o senso de humanidade que o processo criativo insere na vida do estudante. Além dos trabalhos de desenvolvimento do processo criativo dentro da instituição, como música, teatro, dança e outras variações da arte, o colégio leva as crianças e jovens para entrar em contato com o que há no cardápio cultural da cidade.

O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas