Alunos que fizeram saudação nazista são suspensos e farão trabalho sobre Holocausto

em alta
06.03.2020, 15:16:49
Atualizado: 06.03.2020, 16:23:19
Alunos que fizeram saudação nazista são afastados e farão trabalho sobre Holocausto (Foto: Reprodução)

Alunos que fizeram saudação nazista são suspensos e farão trabalho sobre Holocausto

A imagem foi postada pelos estudantes em uma conta do Instagram e teve grande repercussão

O grupo de 11 estudantes do 3º ano do colégio Santa Maria, em Recife, que foi flagrado fazendo uma saudação nazista em sala de aula, foi suspenso. Os adolescentes serão monitorados e terão de apresentar um trabalho sobre o nazismo e o holocausto, de acordo com o Uol. A suspensão vale até o dia 17 deste mês.

O encontro para escolha do orador da turma do final de ano terminou com os adolescentes fazendo a saudação símbolo do regime liderado por Hitler - com o braço direito estendido no ar com a palma da mão para baixo.

A imagem foi postada pelos estudantes em uma conta do Instagram na tarde desta quinta (5). O perfil @Militancia.2020 usada pelos alunos fez a publicação com a legenda: 

“É com o imenso prazer que apresentamo-lhes (nome do aluno) para candidato a orador. Ele promete ser o novo Führer da série nessa caminhada para a construção de um novo e inovador Reich”.

A conta no Instagram já foi apagada.

Tênis da Puma cria polêmica após ser comparado a Adolf Hitler

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, a diretora-presidente da escola, Rosa Amélia Muniz, afirmou que todos os pais e responsáveis foram convocados pela instituição e demonstraram surpresa pela atitude dos filhos. “Alguns garotos choraram. Todos pediram desculpas e se mostraram arrependidos. Nossa filosofia é formar jovens que respeitem o próximo”, disse a gestora.

Todos os alunos envolvidos foram ouvidos pela coordenação e receberam suspensão até a terça-feira (17). Na volta, deverão apresentar um trabalho sobre o tema para a turma. “Eles precisam aprender a diferença entre brincadeira e coisa séria. Não se brinca com isso. Aqui, ajudamos a formar caráter. A escola não compactua com isso e, imediatamente, tomamos todas as providências”, declarou Rosa Amélia.

Em nota, o colégio Santa Maria, que é um dos mais caros e conhecidos da capital pernambucana, afirmou que não apoia o comportamento dos alunos que protagonizaram o episódio. “Informamos que, imediatamente, nos reunimos com pais e alunos e tomamos as medidas pedagógicas e educativas cabíveis”, diz o comunicado.

Foto: Reprodução

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas