Aonde levar o crush em Salvador? Veja lugares para andar juntinho

salvador
29.03.2022, 11:00:00
Salvador tem lugares para o primeiro encontro, pedido de namoro e casamento ou só para dar uns ‘pegas’ (Foto: Paula Fróes)

Aonde levar o crush em Salvador? Veja lugares para andar juntinho

Cidade reúne vasto leque de points para o primeiro encontro, pedido de namoro e casamento ou só para dar uns ‘pegas’

Com a vista perfeita, qualquer um pode se apaixonar, pedir em namoro, casamento, ter aquele primeiro encontro para se conhecer melhor ou só dar uns pega. Em Salvador, existem cantinhos estratégicos para isso. E são muitos. Para celebrar o lado romântico da cidade em mais um aniversário, o CORREIO preparou uma lista para botar o crush no seu mapa.
  
No topo, está o Pelô. Com ruas estreitas de paralelepípedo, é o local perfeito para passear de mãos dadas, explorar  museus, restaurantes, bares eum um cenário histórico e musical.  Antes de subir o Elevador Lacerda, vale dar uma passada no Mercado Modelo ou no museu Cidade da Música.  

É o que fazia o fotógrafo Josivan Vieira, 28. Ele sempre ia com o contatinho para lá.  “Era sempre nosso ponto de encontro, porque entendíamos como um lugar romântico, por ser muito conectado com a história de Salvador”, afirma. 

Foi também ali que ele pediu o boy em namoro, no Largo Pedro Arcanjo, durante um show de Davi Moraes. “A gente estava sentado, tomando cerveja. Tomei também a iniciativa, e ele aceitou. Durou quase um ano nossa história”, conta. 

Ainda no coração do Centro Histórico, a praça Tomé de Souza, em frente ao Lacerda, é boa pedida para curtir o pôr do sol na Baía de Todos os Santos, tomando um sorvete da Cubana. Ou então ver o crépusculo no clássico terraço do Cine Glauber Rocha, na Praça Castro Alves. Quem sabe espírito do poeta não dá aquela ajuda no date? 

Veja o especial de aniversário Rota Salvador 473

O Glauber, inclusive, é uma das indicações da relações públicas Larissa d’Eça, moderadora da página @melhorescoisasdesalvador. “Quando penso em lugar bacana para ir com o crush, a primeira coisa que me vem à cabeça é um clichezão que metade de Salvador já levou alguma paquera, o Cine Glauber. Reúne tudo de melhor, boa localização, bons filmes com salas mais vazias e um terraço com vista paradisíaca”, sugere. 

Se o futuro ou novo casal curte algo mais cult, há museus com cafés super aconchegantes, como a Amma Varanda, no Carlos Costa Pinto, e o Solar, no Palacete das Artes.

Perto dali, há uma pracinha escondida, ao lado da Mansão Wildberg, conhecida como o Mirante da Vitória. Local diferente para admirar a vista e arrancar alguns beijos, sejam eles os primeiros ou só continuação da novela de amor.  O mesmo vale para o Passeio Público, onde fica o Teatro Vila Velha, para encontros iniciais.  

Em Itapuã, além de ter uma conversa olho no olho no Farol,  há um restaurante que ajuda no papo a dois: o Casa Di Vina, que fica dentro de um hotel de mesmo nome. O local foi palco do amor do poeta e compositor Vinícius de Moraes com a baiana Gessy Gesse, e tem essa memória contada em parte dos cômodos da casa.  

Ainda no circuito da orla, há quem indique como local para um primeiro encontro a Praia da Paciência, Rio Vermelho, ou a faixa do Porto ao Farol da Barra, em frente ao Espanhol.  


Ali bem perto, no Farol, a estudante Ana Lua Pereira, 21, recebeu um anel do namorado, Caíque Moraes, um dia depois do Dia dos Namorados do ano passado. “Foi uma renovação de votos de nosso relacionamento, e fiquei emocionada, porque queria muito um anel já há um tempo. Apesar de ser um gesto romântico antigo, acho muito bonito, principalmente porque ele (Caíque) não gosta desse tipo de romantismo, então teve um esforço da parte dele”, conta Ana Lua.  

Outras opções são a Ponta de Humaitá, em Mont Serrat, e o Museu de Arte Moderna, com vista para a Baía. Em relação aos restaurantes, os consultores em points com match perfeito ouvidos pela reportagem  indicam a Vila San Luigi, na Pituba, que tem um toque romântico da Itália, e a Taperia, no Rio Vermelho, de comida espanhola, para os mais descolados. 

O criador de conteúdo digital Iuri Barreto, moderador da página @soteropobretano, dá dicas de quatro locais bons para se pegar: Jardim de Alah, na orla do Costa Azul; balaustrada da Ribeira, na Avenida Beira Mar, perto da famosa sorveteria que leva o nome do bairro; Morro do Cristo, na Barra; e o estacionamento da Vila Caramuru, no Rio Vermelho.  Agora, é só escolher e montar a rota.  

Um bom lugar para conhecer alguém


Sorveteria da Cubana

Onde: Praça Tomé de Souza, na rua Chile, 2, Centro
Funcionamento: 12h às 18h

Mercado Modelo

Onde: Praça Visconde de Cayru, Comércio
Funcionamento: Segunda a sábado, de 09h às 18h, e domingo e feriados de 09h às 14h. 
Entrada: Gratuita 

Cidade da Música

Onde: Praça Visconde de Cayru, 19, Comércio. 
Funcionamento: terça a domingo, de 10h às 18h.
Preço: R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). Idosos e residentes de Salvador pagam meia. Às quartas-feiras, a entrada é gratuita.  

O Aniversário de Salvador é um projeto do Jornal Correio com patrocínio do Hospital Cárdio Pulmonar, Wilson Sons, Salvador Bahia Airport e Unifacs, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador, FIEB e Sebrae, apoio de Suzano, Abaeté Aviação, Sotero, Shopping Center Lapa, Jotagê, AJL, Comdados.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas