Após derrota para o América-MG, Bruno Pivetti não é mais o técnico do Vitória

e.c. vitória
07.10.2020, 09:38:00
Técnico Bruno Pivetti é demitido do Vitória (Tiago Caldas/CORREIO)

Após derrota para o América-MG, Bruno Pivetti não é mais o técnico do Vitória

Clube comunicou a demissão do treinador nesta quarta-feira (7)

Após quase quatro meses no cargo, Bruno Pivetti não é mais o técnico do Vitória. Ele foi demitido pelo clube na manhã desta quarta-feira (7), menos de 24 horas após a derrota por 2x1 para o América-MG, no Barradão, na 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O tropeço foi o segundo como mandante na competição. Antes, no último dia 29, o rubro-negro havia perdido para o CSA, por 1x0.

"A Diretoria do Esporte Clube Vitória comunica o desligamento do técnico Bruno Pivetti", informa o comunicado oficial emitido pelo clube. "A Diretoria agradece ao jovem treinador pelos serviços prestados desde que chegou ao clube em agosto de 2019, inicialmente como assistente técnico, deseja boa sorte na sequência de sua carreira e, acima de tudo, reconhece o grande legado deixado pelo excelente profissional em favor do Vitória", dizia outro trecho da nota.

A diretoria rubro-negra negocia a contratação de um substituto. Auxiliar técnico fixo do clube, Flávio Tanajura está responsável pelo treinamento desta quarta-feira.

O resultado diante do América-MG fez o Vitória cair duas posições na tabela da Série B do Brasileiro. Com 18 pontos, o Leão ocupa a 10ª posição na tabela de classificação. A diferença para o G4 é de cinco pontos, já que o Juventude, 4º colocado soma 23. A distância para a zona de rebaixamento é de sete pontos, pois o Cruzeiro, que está em 17º lugar, tem 11. A Raposa entra em campo na quinta-feira (8), contra o Sampaio Corrêa, às 18h30, no Mineirão, mas o jogo que marca o fechamento da 14ª rodada não tem como interferir na situação do rubro-negro. 

Bruno Pivetti deixa o Vitória após 19 partidas. Foram quatro vitórias, nove empates e seis derrotas, o que representa um aproveitamento de 36,8%. Ele amargou as eliminações na fase classificatória do Campeonato Baiano, nas quartas de final da Copa do Nordeste e na terceira fase da Copa do Brasil. 

Bruno Pivetti foi efetivado como treinador do Vitória no dia 19 de junho, após o clube comunicar a demissão de Geninho, hoje no Avaí, poucos dias depois da Toca do Leão ser reaberta. Na ocasião, a diretoria rubro-negra informou que a mudança de comando ocorreu em função da crise financeira pela qual o clube atravessa.

“A decisão do afastamento de Geninho do comando técnico foi tomada em função da busca incessante da direção atual do clube pelo equilíbrio financeiro diante da grave situação herdada de gestões anteriores, agravada com a considerável perda de receitas ocasionada pela pandemia do coronavírus”, dizia um trecho da nota, que também informava a permanência de Bruno Pivetti no cargo até o final da temporada. 

Bruno Pivetti viveu no Vitória a primeira experiência como treinador efetivo. A convite do presidente Paulo Carneiro, com quem trabalhou no Athletico-PR em 2015 e 2016, ele chegou à Toca do Leão em agosto do ano passado para ser coordenador da base e auxiliar de Carlos Amadeu, então treinador do time principal. Antes, já havia exercido a função de auxiliar técnico também no Athletico-PR, Ferroviária-SP, Grêmio Osasco e Ludogorets, da Bulgária. 

Confira na íntegra o comunicado oficial emitido pelo Vitória sobre a demissão de Bruno Pivetti:

"A Diretoria do Esporte Clube Vitória comunica o desligamento do técnico Bruno Pivetti. Ele assumiu o Rubro-Negro no retorno do futebol após a interrupção das atividades por causa da pandemia do coronavius.

A Diretoria agradece ao jovem treinador pelos serviços prestados desde que chegou ao clube em agosto de 2019, inicialmente como assistente técnico, deseja boa sorte na sequência de sua carreira e, acima de tudo, reconhece o grande legado deixado pelo excelente profissional em favor do Vitória".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas