Após descumprir decreto contra covid-19, Ferreira Costa é interditada

salvador
19.07.2020, 19:09:50
Atualizado: 19.07.2020, 21:26:54
Fiscais também identificaram aglomeração de pessoas dentro da loja (Fotos: Divulgação/SecomPMS)

Após descumprir decreto contra covid-19, Ferreira Costa é interditada

Estabelecimento ultrapassou limite de 50% da ocupação em estacionamento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A loja de materiais de construção Ferreira Costa, localizada na Avenida Paralela, em Salvador, foi interditada neste domingo (19) pela Força-Tarefa da Prefeitura após descumprir decreto municipal para conter a disseminação da covid-19.

Durante uma vistoria, os fiscais da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), com apoio de policiais militares, identificaram aglomeração de pessoas no local e o descumprimento da regra de utilização de apenas 50% do estacionamento. 

Segundo a Prefeitura, o estabelecimento estava autorizado a funcionar porque se enquadrava em atividade essencial. No entanto, deveria seguir os protocolos gerais e específicos estabelecidos pela Prefeitura. 

“Essa foi mais uma ação rotineira de fiscalização de protocolos de funcionamento, mas o estabelecimento estava infringindo algumas regras determinadas pelo município. Estamos vivendo um momento delicado e precisamos tomar todo o cuidado necessário. A loja que não se adequar não vai poder funcionar em Salvador”, disse o titular da Sedur, Sérgio Guanabara.

Procurada, a empresa informou que não vai comentar o caso.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas