Após falha de Ronaldo, Burse não descarta mudança no gol do Leão

e.c. vitória
12.11.2018, 06:00:00
Atualizado: 12.11.2018, 10:59:15
Quarto goleiro a defender o gol do Leão em 2018, Ronaldo pode perder a posição (Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

Após falha de Ronaldo, Burse não descarta mudança no gol do Leão

Segundo treinador do Vitória, decisão vai ser tomada em conjunto com a comissão técnica

O empate em 2x2 com o Bahia, na tarde de domingo (11), no Barradão, pode provocar mudanças no time do Vitória nas próximas rodadas. Questionado sobre a falha do goleiro Ronaldo no lance em que originou o segundo gol tricolor, o técnico João Burse não descartou uma mudança no setor. 

“Temos amanhã (hoje) para trabalhar ainda, situações para ajustar dentro do grupo, conversar com a comissão técnica... Toda decisão vai ser resolvida internamente”, explicou o treinador do Leão. 

Caso tome a decisão de sacar Ronaldo, será a quarta mudança do Vitória no setor na temporada 2018. Já passaram pelo gol rubro-negro Fernando Miguel, Caíque e Elias, que perdeu a posição após a goleada de 4x1 para o Bahia, no primeiro turno. Dos goleiros do elenco, apenas João Gabriel ainda não atuou com a camisa do time principal.

Outra mudança, segundo Burse, pode acontecer no ataque rubro-negro. “Todos os atletas estão à disposição. Tinha Nickson, Eron, atletas que a gente conhece a capacidade. Outros atletas da equipe também, profissionais do elenco, que vamos estudar o adversário e colocar o que se encaixa melhor dentro do nosso plano de jogo”, respondeu o treinador, ao ser questionado se o centroavante Eron, 20 anos, está nos planos para ser utilizado como titular nesta reta final de Série A.

Eron é o artilheiro do Brasileiro de Aspirantes, com dez gols, e o titular Léo Ceará recebeu o terceiro cartão amarelo no Ba-Vi. Com isso, não enfrenta o Sport, quarta-feira (14), na Ilha do Retiro, no Recife.

Além da possível mudança, Burse falou também sobre a sequência do Vitória no Campeonato Brasileiro. Segundo ele, o elenco está motivado em tirar o time da situação delicada em que se encontra, dentro da zona de rebaixamento. “A nossa meta aqui é sair. Os atletas estão focados, com a comissão, a diretoria. Vamos em busca de sair dessa situação. A torcida viu um time se doando até o último minuto. Esse é o espírito para quem quer sair dessa situação”, concluiu Burse.

Com 35 pontos, o Vitória está em 17º lugar no Brasileirão, dentro da zona de rebaixamento. A Chapecoense visita o Santos nesta segunda-feira (12), no encerramento da 33ª rodada, e, se vencer, derruba o Leão para 18º. O time catarinense tem 34 pontos.

A cinco rodadas do fim do campeonato, o rubro-negro terá pela frente, nesta ordem: Sport (fora), Atlético-PR (casa), Cruzeiro (fora), Grêmio (casa) e Palmeiras (fora).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas