Após nova derrota, Vitória tem piores defesa e saldo da Série B

e.c. vitória
31.05.2019, 23:29:44
Atualizado: 31.05.2019, 23:50:43
Vitória acabou vaiado após derrota para o Bragantino (Betto Jr. / CORREIO)

Após nova derrota, Vitória tem piores defesa e saldo da Série B

Leão tem sofrido uma média de 2,6 gols por partida na competição

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Vitória já tinha e segue com a pior defesa da Série B 2019. Após a derrota por 2x0 para o Bragantino na noite desta sexta-feira (31), o rubro-negro chegou a 13 tentos sofridos em cinco jogos: média de 2,6 por duelo.

Por outro lado, essa foi a primeira partida em que o Leão não marcou gols. Com sete tentos a favor na tabela, o saldo rubro-negro é de -6, o pior entre os 20 times da Série B.

Após a derrota para o Bragantino, o zagueiro Everton Sena falou sobre as dificuldades que não só a defesa, mas todo o time tem enfrentado: "Ficamos tristes demais (com a derrota). Não era o resultado que queríamos. Trabalhamos forte durante a semana para fazer uma excelente partida, mas perdemos. Temos dois jogos difíceis, mas é trabalhar. Temos que melhorar bastante", disse em entrevista ao SporTV.

A derrota manteve o Vitória no Z4 da Série B, com quatro pontos (uma vitória, um empate e quatro derrotas). O time é o 19º colocado, à frente apenas do América-MG, que tem um ponto. O Coelho enfrenta o Coritiba na segunda-feira (3), às 20h, em Belo Horizonte.

O duelo com o Bragantino foi o último em casa antes da pausa para a Copa América. Na sequência o Vitória tem dois jogos como visitante: no sábado (8) enfrenta o Sport, às 20h30, e na terça-feira (11) pega o Oeste, no mesmo horário.

Para a partida o técnico Osmar Loss deve contar com o lateral direito Van e o meia Felipe Gedoz. Ambos já podiam ter ido para a partida com o Bragantino, mas ficaram de fora se condicionando fisicamente.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas