Após pelo menos 242 mortes, Israel e Palestina anunciam cessar-fogo

mundo
20.05.2021, 17:04:24
Atualizado: 20.05.2021, 17:53:16
(Anas Baba/AFP)

Após pelo menos 242 mortes, Israel e Palestina anunciam cessar-fogo

Acordo vinha sendo costurado há dias, envolvendo diversas forças de influência internacionais

Israel e Palestina anunciaram nesta quinta-feira (20) que um cessar-fogo "mútuo e simultâneo" será instaurado a partir das 2h de sexta-feira (21), o que corresponde às 20h de hoje no horário de Brasília.

Um acordo vinha sendo costurado há dias, envolvendo diversas forças de influência internacionais, mas contou resistência advinda do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e do grupo islamista Hamas. 

A escalada de violência na região teve início no último dia 10, deixando pelo menos 242 mortos em dez dias, além de um rastro de destruição na região palestina.

Apesar da trégua, o cessar-fogo não significa o fim do conflito. Em comunicado, o Gabinete de Segurança israelense afirmou que a paz na região pode ser temporária.

"O Gabinete de Segurança Política aceitou unanimemente a recomendação de todos os agentes de segurança, o chefe do estado-maior, o chefe do Shin Bet (agência de segurança interna), o chefe do Mossad (inteligência estrangeira) e o chefe do Conselho de Segurança Nacional, para aceitar a iniciativa egípcia de um cessar-fogo incondicional bilateral, que entrará em vigor em uma data posterior. O chefe do Estado-Maior, o escalão militar e o chefe do GSS revisaram perante os ministros as grandes conquistas de Israel na campanha, algumas das quais sem precedentes. O escalão político enfatiza que a realidade concreta determinará a continuação da campanha", diz o comunicado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas