Após perder Thaciano, Bahia anuncia contratação de Lucas Mugni

e.c. bahia
16.07.2021, 16:31:00
Atualizado: 16.07.2021, 22:48:38
Lucas Mugni estava no futebol da Turquia e chega ao Bahia para ocupar o lugar deixado por Thaciano (Foto: Divulgação)

Após perder Thaciano, Bahia anuncia contratação de Lucas Mugni

Meia argentino será o quinto estrangeiro do elenco tricolor em 2021

O Bahia agiu rápido no mercado para fazer a reposição do meia Thaciano, que estava emprestado ao clube e foi negociado pelo Grêmio ao Altay, da Turquia. Na sexta-feira (16), o Esquadrão anunciou a contratação do meia argentino Lucas Mugni. O jogador assinou contrato até o fim de 2022. 

Mugni é o quinto estrangeiro no elenco para a temporada 2021. Os outros que fazem parte do grupo são: o também argentino Conti, os colombianos Rodallega e Ramírez e o paraguaio Oscar Ruiz. Vale lembrar que esse é o número máximo de atletas de fora do país permitido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em cada jogo.

O jogador tem 29 anos e foi formado no Colón, mesmo time que revelou o zagueiro Conti. O Bahia é o terceiro clube brasileiro do meia, que antes havia passado pelo Flamengo, nas temporadas 2014 e 2015, e, no ano passado, defendeu as cores do Sport. No clube pernambucano, o argentino trabalhou com Lucas Drubscky, atual diretor de futebol do Bahia.

Fora do Brasil, Mugni defendeu o Newell's Old Boys e Lanús, em seu país, além do Everton (Chile), do Oriente Petrolero (Bolívia) e do Gençlerbirligi (Turquia), seu último clube. No futebol europeu, ele disputou dez jogos e não fez gols nem deu assistências.

Assim como o atacante colombiano Rodallega, Mugni só poderá ser inscrito pelo Bahia a partir do dia 1º de agosto, quando a janela de transferências internacionais abre para entrada de atletas no Brasil.

Em entrevista coletiva, o técnico Dado Cavalcanti aprovou a contratação do argentino e destacou como ponto positivo a possibilidade de Mugni fazer várias funções em um esquema tático.

“Ele é um meio-campista que tem o poder de exercer várias funções no setor de meio-campo. É um jogador que já fez funções de lado de campo, já foi o meia clássico”, iniciou o treinador.

Depois, Dado deu a entender como pretende utilizar o novo contratado em campo. “Hoje, visualizo ele sendo um médio, um jogador voluntarioso, que contribui ao setor de meio, que possui uma dinâmica interessante, que tem uma qualidade de achar passes, de contribuir com a construção do jogo, o poder de chegar de trás. Isso pode trazer alguns benefícios na sequência do campeonato”, afirmou o treinador do Bahia. Pela descrição, Mugni caberia na lacuna deixada por Thaciano - embora com menos poder de marcação.

Disputa com a Chape
Antes de ser anunciado pelo Bahia, Lucas Mugni era dado como reforço certo da Chapecoense para o Brasileirão. Devido ao fato de a fronteira entre Brasil e Argentina estar fechada, a equipe catarinense teve problemas para trazer o jogador ao país e não chegou a assinar contrato.

A Chape tentou viabilizar uma logística pela qual o jogador iria para a Colômbia e depois seguiria em um voo para São Paulo. Nesse período, o Bahia foi mais rápido e conseguiu resolver esse problema, antecipando a chegada e assim “atravessando” o time catarinense. De acordo com o tricolor, o meia vai desembarcar em Salvador neste final de semana.

Segundo a imprensa catarinense, após ser oficializado pelo Bahia, Lucas Mugni entrou em contato com o técnico Jair Ventura, da Chapecoense, com quem trabalhou no Sport, e explicou o motivo de sua decisão. Diferentemente do Esquadrão, os catarinenses ofereceram contrato só até o final desta temporada, e não até dezembro do ano que vem.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas