Após reunião de cúpula, Vitória mantém Petkovic; Gallo não está garantido

e.c. vitória
20.07.2017, 19:53:00
Atualizado: 21.07.2017, 09:40:46

Após reunião de cúpula, Vitória mantém Petkovic; Gallo não está garantido

Além de Agenor Gordilho, estiveram presentes alguns conselheiros, entre eles José Rocha

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um dia após o pedido de afastamento do presidente Ivã de Almeida, o clima no Barradão foi de silêncio, mistério e olhares atentos. Pouco antes do treino começar, jornalistas tiveram que deixar a sala de imprensa, que acolheu uma reunião com o vice-presidente Agenor Gordilho, o diretor de futebol Petkovic, o presidente do Conselho Deliberativo Paulo Catharino, além do técnico Alexandre Gallo e todo o elenco rubro-negro.

Agenor Gordilho assumiu a presidência do Vitória na ausência de Ivã  (Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

Depois, a programação seguiu. No campo principal do Barradão, o time sub-20 do Leão empatou com o Cruzeiro em 2x2. Na Toca do Leão, o time se dividiu entre academia para quem encarou o Grêmio e campo para os demais atletas. No prédio administrativo, mais conversas.

A reunião mais importante do dia aconteceu à noite. Para tomar decisões que vão guiar o Vitória daqui por diante, Agenor Gordilho convidou alguns membros do Conselho Deliberativo, como Paulo Catharino, Albérico Mascarenhas e José Rocha, que é deputado federal e se deslocou de Brasília exclusivamente para participar dessa reunião. 

O deputado confirmou presença no encontro e que o tema principal do encontro será o futebol, definido por ele como um dos setores com maior problema no clube atualmente. “O Vitória precisa fazer uma reestruturação radical na área do futebol, o mais rápido possível. O time precisa sair da zona de rebaixamento. O foco principal é sair dessa situação e ver o Vitória na primeira divisão. A gente não pode ser rebaixado”, disse ao CORREIO.

Alguns dos temas em pauta são a reavaliação de contratos com atletas, contratações e a permanência ou não do técnico Alexandre Gallo.

Na opinião de José Rocha, o treinador é o menor dos problemas. “Nós temos que avaliar os jogadores, ver o que precisa para contratar, o que precisa mudar no time. Não vejo como uma coisa de ordem técnica. Trocou (Argel) Fucks e não adiantou. Depois veio Gallo e também não está resolvendo. A questão não é o técnico. Você pode trazer cinco, que eles vão encontrar esse mesmo time aí e não vai mudar nada”, avaliou ele, que prometeu apoiar Agenor durante o mandato interino. 

“Eu vou ficar por perto, sim. Eu sempre estive. Sempre procurei dar minhas opiniões, minhas sugestões. Eu nunca me afastei do Vitória”, concluiu Rocha, que foi presidente do Conselho Deliberativo de 2008 as 2016, mas ficou em lado oposto aos ex-presidentes Alexi Portela Júnior, Carlos Falcão e Raimundo Viana durante as discussões sobre a reforma do estatuto e perdeu influência com a antiga cúpula. José Rocha apoiou a chapa de Ivã de Almeida na última eleição rubro-negra.

Após a reunião com os atletas, Agenor Gordilho confirmou de forma breve que Petkovic seguirá na função de diretor de futebol, mas não quis estender o assunto e não garantiu a continuidade de Alexandre Gallo no cargo. O treinador chegou no Leão no começo de junho.

Na sexta-feira (21), às 14h, haverá um pronunciamento de Agenor Gordilho na Toca do Leão.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas