Astro do UFC, Jon Jones é preso acusado de violência doméstica

esportes
24.09.2021, 18:01:00
Atualizado: 24.09.2021, 18:02:03
Foto de Jon Jones sendo fichado pela Polícia americana em 2020 (Reprodução)

Astro do UFC, Jon Jones é preso acusado de violência doméstica

Ex-campeão peso-meio-pesado foi detido um dia depois de receber homenagem do Hall da Fama

O lutador Jon Jones voltou a figurar nas páginas policiais. O ex-campeão do UFC foi detido na manhã desta sexta-feira (24) em Las Vegas, nos Estados Unidos, acusado de agressão por violência doméstica e "tampering", uma prática que pode envolver desde roubos pequenos de itens em veículos abertos ou destrancados até adulteração de veículos com intuito de machucar outras pessoas.

A informação foi divulgada inicialmente pela ESPN. O repórter Aaron Bronsteter, da TSN, divulgou o boletim de ocorrência do caso. Somadas as duas acusações, Jones recebeu uma fiança estimada em US$ 8 mil (cerca de R$ 42,7 mil), mas o atleta ficará preso por ao menos 12 horas. A audiência está marcada para este sábado (25).

Ficha da prisão de Jon Jones
(Foto: Reprodução)

Na véspera de ser detido, Jon Jones recebeu uma homenagem do Hall da Fama do UFC. A épica luta contra Alexander Gustafsson no UFC 165, no dia 21 de setembro de 2013, foi imortalizada na ala de Lutas Históricas do Hall. Ele compareceu ao evento acompanhado da noiva, Jessie Moses, e das três filhas do casal.

No seu discurso, o lutador agradeceu Jessie. "Minha nutricionista, minha segurança, ela faz de tudo. Ela aguenta todo tipo de situação para mim. Sem esta mulher, quem sabe onde eu estaria?", disse. Antes, no tapete vermelho, Jon Jones disse que não bebia há tempos e que, de agora em diante, só queria ser lembrado por "coisas legais" (no sentido de legalidade).

O americano, de 34 anos, já teve problemas fora dos octógonos várias vezes. O caso mais recente aconteceu em março de 2020, quando ele foi preso por dirigir embriagado e por uso negligente de arma de fogo em Albuquerque, Novo México.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas