Autoconhecimento é chave para o sucesso profissional

empregos
06.12.2021, 06:00:00

Autoconhecimento é chave para o sucesso profissional

Especialista explica que aqueles com clareza de suas forças e fraquezas serão os futuros contratados nas organizações

No século IV a. C.uma frase curta encrustada no pórtico de entrada do templo do deus Apolo, na cidade de Delfos, na Grécia, chamava atenção do mundo ocidental para a necessidade de interiorização e de auto conhecimento. Durante a pandemia de Covid-19, o isolamento e as medidas sanitárias fizeram com que muitos profissionais terminassem se confrontando consigo mesmo e determinando novos rumos na carreira. O especialista em comunicação Elton Euler conversou com exclusividade com o CORREIO e afirmou que o auto-conhecimento é o caminho para o mercado de trabalho no futuro. Confira a entrevista e embarque na viagem para dentro de si mesmo.


QUEM? Elton Euler

Elton Euler, especialista em comunicação, idealizador e co-fundador do O Corpo Explica, percebeu o poder do conhecimento dos traços de caracteres e assumiu o desafio de encontrar uma utilidade prática para esse conhecimento, criando ferramentas inéditas no mundo para medir e controlar os traços, explicando para as pessoas como elas funcionam e como resolver seus problemas. Suas técnicas já são ensinadas em português e espanhol em mais de 35 países e utilizadas e aplicadas por mais de 30 mil pessoas ao redor do mundo.

1. O que esses quase dois anos de pandemia ensinou para o mercado de trabalho?

Que o que acontece na casa de uma pessoa, determina o desempenho que ela terá no trabalho. Um dos principais fatores emocionais dessa pandemia foi a incerteza de como seria o próximo dia, mas se nos desligarmos um pouco do caos, perceberemos que essa incerteza dorme e amanhece com cada um de nós todos os dias e no fundo não fomos preparados para lidar com ela, nem em pequena escala, tampouco em proporções mundiais como vivemos nesses últimos anos. 
Se eu te perguntar qual foi a maior mudança na rotina de trabalho das pessoas durante a pandemia, qual vai ser a sua resposta? Provavelmente ela esteja ligada ao terceiro maior comando que as pessoas receberam ao longo da pandemia: fique em casa. 
As pessoas tiveram que ficar em casa, por um lado isso é cômodo, mas por outro as coloca em maior contato com seus maiores problemas e fantasmas. Isso por um lado fez as pessoas buscarem a análise corporal para aprenderam a lidar com seus pensamentos, sentimentos e até com suas ações, ou melhor, geralmente com a dificuldade de agir. Essa busca fez as pessoas olharem para o espelho, para suas realidades pessoais e para o que estava acontecendo em suas vidas em casa que estava afetando seu desempenho em seus trabalhos, por isso muitas pessoas conseguiram se encontrar profissionalmente, porque conseguiram se encontrar pessoalmente, assim como muitas conseguiram se reinventarem profissionalmente por terem descoberto e entendido quem são, como pensam, sentem e agem, e com isso perceberam quais profissões e cargos fazem sentido para os seus principais traços de caracteres e quais além de não fazerem, não permitem que elas performem bem, também não permitem que elas sejam felizes ali. 

2. Quais são as expectativas para 2022? 

Veremos empresas buscando comportamento mais adequados para os objetivos e expectativas dos cargos disponíveis, tendo em vista que habilidades e técnicas são fáceis de ensinar. Portanto as pessoas que se conhecerem, tiverem clareza de suas potencialidades e de suas limitações, terão preferência na contratação. 

3. Quando o assunto são carreiras e profissões, como se preparar para esse novo ano?

Conhecer a sua principal ferramenta de trabalho, a sua mente. Só existem cinco traços de caracteres na nossa mente e no nosso corpo, conhecer o quanto você tem de cada um deles vai mostrar onde estão os seus pontos fortes e onde estão os seus pontos fracos. É importante entender e aceitar que temos limites e respeitar esses limites. Quando conhecemos e respeitamos os nossos limites, não nos impomos limitações.

4. Com novas variantes, novos desafios no cenário sanitário, como ficará o home office?

No Brasil, muitas pessoas têm o traço de caráter oral alto, esse é o traço que se desenvolve durante a amamentação e pessoas que têm esse traço de caráter alto precisam muito estar em contato com outras pessoas. Atualmente, as e metodologias de trabalho no modelo home office ainda não atendem a necessidade emocional dessas pessoas nos ambientes de trabalho, por isso a performance delas cai quando elas se sentem só. Até que meios sejam criados para dar atenção para isso e/ou que as relações familiares melhores, essas pessoas irão continuar performando mal em suas atividades profissionais no modelo home office, sem falar que "essa carência vai fazer elas engordarem trabalhando em casa".

5. E o trabalho presencial?

Nós acreditamos que esse continuará sendo o principal modelo de trabalho, com o remoto sendo um apoio, um facilitador, tendo em vista que presencialmente é mais fácil saber como as pessoas estão e essa pandemia já deixou claro que pessoas que o que acontece em casa afeta o trabalho.

6. Como as organizações podem se preparar para esse novo ano e como podem ajudar aos colaboradores?

Parando de trabalhar com desconhecidos, criando um mapa de perfil comportamental esperado, não apenas uma lista de atividades e metas esperadas. Conhecendo a fundo seus colaboradores e fazendo com que eles também se conheçam e aprendam a lidar com o desafio de pensar, sentir e agir diante de tudo o que acontece em casa e no trabalho. Uma pessoa que se conhece sempre entregará melhores resultados e sempre terá vantagens em cima das outras.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas