Autoras baianas apostam na delicadeza para escrever sobre assuntos tabus

sua diversão
06.12.2021, 06:00:00
(Ilustração: Kitty Yoshioka/divulgação)

Autoras baianas apostam na delicadeza para escrever sobre assuntos tabus

Adriana Freitas, Celina Bezerra e Patrícia Prisco falam de envelhecimento feminino, nanismo e como as famílias podem abordar o tema adoção

Três livros, três autoras e três temas que podem se transformar em verdadeiros elefantes brancos em plena sala de jantar, caso não sejam tratados da maneira devida: com honestidade, carinho e compreensão. As escritoras  Patrícia Prisco, Adriana Freitas e Celina Bezerra falam sobre Nanismo, adoção e a pressão do envelhecimento na vida de mulheres.

Especialista em Gerontologia e Doutora em Saúde Pública pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), Adriana Freitas, autora do livro Sem Retoque, conta que uma simples ida ao salão de beleza pode falar muito sobre a pressão que as mulheres sofrem ao atingir a maturidade. No seu livro, ela traz uma tradução de seu conhecimento acadêmico em poemas e contos. O lançamento e noite de autógrafo acontece no próximo dia 15, às 18h, na Livraria Escariz do Shopping Barra.

“Na pandemia, por conta do isolamento social, fiquei um período longo sem ir ao cabeleireiro. Por não sair para fazer os retoques, senti na pele como este é um tema ainda cercado de preconceito”, disse a autora, que estreou na literatura em 2016 com o livro Crônicas no Asilo, obra que traz 10 histórias de personagens vivendo dilemas existenciais em casas de longa permanência para idosos. 

Adriana afirma que é importante despertar um olhar para o envelhecimento como algo natural desde cedo, para que as crianças aprendam a respeitar os idosos e compreendam melhor essa fase. “Precisamos combater com conhecimento esse estigma da juventude eterna”,  pontua. 
 

Adriana escreveu contos e poemas que tiveram um pouco de sua experiência (Foto: Ricardo Prado)

Seja franco

Patricia Prisco, por sua vez, escreveu um livro com sua experiência sendo mãe por adoção. A ideia da autora é ajudar famílias a conversarem sobre o assunto no livro infantil Dundum e o Segredo do Coração, que fala da relação de amor entre criança e família. O lançamento acontece no dia 11 de dezembro, às 16h, na Caramurê Livraria Gourmet, na Pituba.


Na publicação, a escritora, que é formada em administração, usa a escrita na tentativa de melhor expressar os sentimentos. Com isso, conta a sua própria história para  ajudar pais adotivos ou não a conversar com seus filhos. Para contar à filha sua origem, escreveu uma carta como guia para a conversa, caso lhe faltassem as palavras, e para guardar seu depoimento para ela ler, quando quiser, ao longo da vida.

Dessa carta nasceu a vontade de compartilhar a história e o segredo de família. Assim nasceu o livro baseado em fatos reais. “O livro é uma carta de amor. É doce e tem respostas que considero apropriadas para as muitas elucubrações que crianças adotadas ou não fazem sobre a adoção. É sensível, pueril, mas é real, porque parte do resgate de minha origem também”, resume Patrícia.

O livro tem ilustrações da arquiteta e urbanista Íris Pirajá, que atualmente se dedica a projetos de ilustração e design, em especial para as áreas de literatura infantojuvenil, educação, ilustrações personalizadas e artigos de papelaria feitos à mão.

Patricia Prisco fala sobre adoção em Dundum e o segredo (Foto: Paula Andreia)


Carioca radicada na Bahia há mais de duas décadas, Celina Bezerra é outra autora que gosta de falar de inclusão e tocar em temas sensíveis e delicados em suas obras. A mais recente não foge à regra. Lançado no finalzinho de novembro, o livro O Pequeno Grande Tião fala de uma criança que nasceu com nanismo e integra a série Amigos Especiais, da Editora InVerso. As  ilustrações são assinadas por Kitty Yoshioka.

Os outros livros lançados pela autora na série são Bruna, uma Amiga Down Mais que Especial, Sabrina, a Menina Albina e Charles, a Estrela Autista. Celina diz que acredita nessa literatura que traz conhecimento e planta 
uma semente da inclusão no coração dos leitores.

“A criança deve aprender a conviver com a diversidade, desde muito pequena. Quando ela aprende que o mundo é diverso, ela compreende o valor do respeito e, ao crescer, não praticará Bullying. Entenderá que zombar de um amigo por suas características individuais específicas não é engraçado e pode causar sofrimento. Com essa compreensão, a criança crescerá com o valor da inclusão”, acredita Celina.

No último lançamento, ela conta a história de Tião, que não tinha sua felicidade comprometida enquanto vivia numa cidade do interior com a família. Situações como ele poder brincar com todo o mundo, tendo até algumas vantagens como se esconder em lugares bem difíceis, mudaram quando ele e a família precisaram se mudar. Foi aí que ele conheceu o bullying e contou com a criação numa comunidade em que era incluído para poder superar as intempéries da vida.

Obra de Celina Bezerra fala sobre inclusão (Foto: Ana Ribas)

No último lançamento, ela conta a história de Tião, que não tinha sua felicidade comprometida enquanto vivia numa cidade do interior com a família. Situações como ele poder brincar com todo o mundo, tendo até algumas vantagens como se esconder em lugares bem difíceis, mudaram quando ele e a família precisaram se mudar. Foi aí que ele conheceu o bullying e contou com a criação numa comunidade em que era incluído para poder superar as intempéries da vida.

Livro: Sem Retoque 
Autora: Adriana Freitas
Editora: InVerso
Preço: R$45
Lançamento: 15 de dezembro, quarta, às 18h, na Livraria Escariz (Piso L2 do Shopping Barra)

Capa de Sem Retoque

Livro: Dundum e O Segredo do Coração
Autora: Patrícia Prisco
Editora: Caramurê Publicações
Preço: R$55
Lançamento: Sábado, 11 de dezembro, às 16h, na Livraria Caramurê Gourmet (Pituba)

Capa de Dundum e o segredo do coração 

Livro: O pequeno Grande Tião
Autora: Celina Bezerra
Editora: InVerso
Preço: R$42

Capa de O pequeno Grande Tião


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas